PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dono do Monaco é investigado em inquérito sobre disputa com negociador de arte

19/10/2017 12h53

FUT-MONACO-INVESTIGADO:Dono do Monaco é investigado em inquérito sobre disputa com negociador de arte

NICE, França (Reuters) - Um juiz da cidade francesa de Mônaco está investigando o proprietário do time de futebol AS Monaco, Dmitry Rybolovlev, devido a alegações de cumplicidade em um caso de invasão de privacidade, parte de uma disputa com um negociador de arte, revelou uma fonte próxima do bilionário russo nesta quinta-feira.

Ser submetido a uma investigação em Mônaco não é o mesmo que ser acusado, mas o primeiro passo de um inquérito no qual os juízes informam a pessoa em questão das alegações que lhe pesam e a interrogam em uma etapa posterior.

As autoridades judiciais de Mônaco não quiseram comentar.

Em um comunicado enviado por email à Reuters, Rybolovlev disse não ter feito nada de errado, e afirmou que irá cooperar plenamente com as autoridades judiciais.

"Tenho certeza de que o sistema judicial de Mônaco... esclarecerá isto", afirmou no comunicado, no qual também repetiu as alegações de que foi vítima de uma fraude.

O caso está ligado a uma investigação sobre uma disputa entre Rybolovlev e o marchand suíço Yves Bouvier. O desentendimento levou à renúncia do chefe dos serviços judiciais de Mônaco no mês passado depois que o jornal Le Monde relatou conexões entre Rybolovlev e autoridades judiciais da cidade francesa. Todos os envolvidos negaram qualquer irregularidade.

A questão em discussão na medida anunciada nesta quinta-feira é uma gravação, feita por um advogado de Rybolovlev, de conversas ligadas à investigação mais ampla, segundo a mídia da França.

Rybolovlev, dono de uma fortuna estimada em 7 bilhões de dólares, grande parte vindos da Uralkali, empresa produtora de potássio, assumiu o Mônaco em 2011 e mora no principado.

(Por Matthias Galante)

Esporte