PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sem marcar gols desde a lesão de Mendoza, Ceará de Marquinhos Santos sofre ofensivamente

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

25/06/2022 23h56

Desde que desembarcou em Porangabuçu, o técnico Marquinhos Santos vem tendo dificuldades para fazer com que sua equipe produza gols. Em três partidas até aqui, o Vozão não marcou um único gol sob o comando do treinador, que mesmo escalando um trio de ataque diferente em cada um dos três jogos, não conseguiu alterar a situação.

Contra o Atlético MG, sua estreia, o técnico viu de campo seu melhor jogador ser substituído por lesão: Stiven Mendoza, camisa 10 e artilheiro da equipe no Brasileirão, saiu aos 37 minutos por lesão muscular. Erick entrou no lugar do atacante e compôs o trio de ataque com Vina e Cléber, mas nenhum dos três conseguiu balançar as redes do galo.

Nas partidas seguintes, contra Cuiabá e Fortaleza, mais alterações: Iury Castilho, Erick e Cléber formaram o setor ofensivo do time contra o Dourado, enquanto no Clássico-Rei, os escolhidos foram Vina, Lima e Cléber. Pouquíssimo efeito foi visto: Nas três partidas somadas, foram somente 7 finalizações a gol.

O técnico vem sofrendo para solucionar esse problema, especialmente dentro de um calendário tão apertado e que quase não reserva datas para treinos. Para piorar tudo, Mendoza segue em recuperação e vai desfalcar o time novamente contra o Atlético GO. A situação é complicada pelos lados de Porangabuçu.

Futebol