PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Neymar deve 34,6 milhões de euros para Receita espanhola, indica órgão local

30/09/2020 16h10

Madri, 30 set (EFE).- O atacante brasileiro Neymar, do Paris Saint-Germain, entrou na lista negra da Receita da Espanha, publicada nesta quarta-feira pela Agência Tributária do país, onde viveu entre 2013 e 2017, período em que defendeu o Barcelona.

A dívida do jogador, de acordo com as informações divulgadas pelo órgão oficial, é de 34,6 milhões de euros (R$ 229,1 milhões).

Dessa forma, Neymar é a pessoa física que mais deve na Espanha, superando o empresário Agapito García Sánchez, que encabeçava a última atualização da lista, de fevereiro deste ano, e que consta com 15,9 milhões de euros (R$ 105,2 milhões) em aberto.

Nos débitos que o camisa 10 da seleção brasileira têm com a Receita espanhola, estão incluídas as dívidas e multas pendentes de pagamento até 31 de dezembro de 2019, de mais de 1 milhão de euros (R$ 6,6 milhões).

De acordo com a lista de devedores da Agência Tributária, o valor exato devido pelo atacante brasileiro é de 34.624.26,60 euros.

A relação ainda conta com o ex-zagueiro argentino Gabriel Milito, que defendeu o Barcelona entre 2007 e 2011 e deixou de pagar cerca de 18 milhões de euros (R$ 119,1 milhões), conforme indicam as informações oficiais divulgadas hoje.

Esporte