PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Transferência de jogador ucraniano para clube russo gera polêmica

29/01/2019 13h14

Moscou, 29 jan (EFE).- A transferência do zagueiro Yaroslav Rakitskiy do Shakhtar Donetsk para o Zenit São Petersburgo gerou problema na Ucrânia, devido ao conflito com a Rússia envolvendo a anexação da Crimeia, assinada em março de 2014.

A imprensa local e torcedores, através das redes sociais, fizeram apelos para que o jogador, de 29 anos, não seja mais convocado para defender a seleção ucraniana. Nos ataques, lembrou-se, inclusive, que o polivalente defensor não canta o hino do país, durante jogos da equipe nacional.

"Passei de um grande clube para outro. Mircea Lucescu me telefonou há poucos dias e garantiu que o Zenit é um clube de grande nível", afirmou Rakitskiy, se referindo ao seu antigo técnico no Shakhtar e também ex-comandante do Zenit.

O defensor, que custou 10 milhoões de euros (R$ 43 milhões) ao time de São Petersburgo, vestiu a camisa da seleção ucraniana 54 vezes, inclusive, nas edições de 2012 e 2016 da Eurocopa. EFE

Esporte