PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Real Madrid é atropelado pelo CSKA em pleno Santiago Bernabéu

12/12/2018 17h58

Madri, 12 dez (EFE).- Já classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, o Real Madrid concluiu nesta quarta-feira a participação no grupo G do torneio de maneira melancólica, com derrota para o CSKA Moscou por 3 a 0 em pleno estádio Santiago Bernabéu, enquanto o Viktoria Plzen garantiu a terceira posição da chave ao passar pela Roma, em casa.

O time russo foi fulminante no primeiro tempo, com dois gols marcados na base do contra-ataque. O atacante Fedor Chalov, aos 37, e o lateral-esquerdo Georgi Schennikov, aos 42, marcaram. Na etapa complementar, o atacante islandês Arnor Sigurdsson completou o placar, aos 28.

Curiosamente, o CSKA se despede das competições europeias nesta temporada após ter vencido duas vezes o Real Madrid, pois, no último dia 2 de outubro, superou o atual bicampeão do continente por 1 a 0, no estádio Luzhniki.

O time russo chegou a sete pontos e ficou igualado com o Viktoria Plzen, que bateu a Roma por 2 a 1. A equipe tcheca, no entanto, levou a melhor pelo primeiro critério de desempate, que é o confronto direto, com isso, disputará a sequência da Liga Europa.

O Real Madrid, que entrou em campo classificado e com a primeira posição garantida, fechou a participação no grupo G com 12 pontos, três a mais que os romanos, também já assegurados nas oitavas de final.

Para o jogo desta quarta-feira, o técnico argentino Santiago Solari poupou da lista de relacionados o zagueiro Sergio Ramos e o meia Dani Ceballos, ganhou de volta o o lateral-esquerdo Marcelo, recuperado de lesão, e apostou no meia-atacante Vinicius Júnior no setor ofensivo.

O CSKA Moscou, por sua vez, contou com o lateral-direito Mário Fernandes e o zagueiro Rodrigo Becão entre os titulares. Os dois ficaram em campo por 90 minutos.

O jogo no Bernabéu começou com os anfitriões partindo para cima do adversário. Aos 24, Vinicius Júnior criou a primeira grande oportunidade da partida, ao se livrar da marcação e bater rasteiro, obrigando Akinfeev a fazer grande defesa. No rebote, Asensio concluiu para fora.

Aos poucos, os visitantes começaram a se atrever e a dar trabalho ao Real. Aos 37, em contra-ataque rápido, Sigurdsson passou para Chalov, que dominou e chutou colocado, sem dar qualquer chance para Courtois, abrindo assim placar da partida.

Atordoados, os campeões europeus viram o CSKA ir para cima em alta velocidade iniciado por Mário Fernandes. O brasileiro arrancou, passou para Chalov e recebeu passe de letra do companheiro, para chutar e parar em defesa de Courtois. No rebote, Schennikov empurrou para a rede.

O segundo tempo teve o time moscovita dando trabalho nos primeiros minutos, se mantendo mais tempo no campo de ataque. O Real só assustou aos 10, em contra-golpe comandado por Vinicius Júnior, que disparou pela esquerda, se livrou de dois marcadores e passou para Isco. O meia, no entanto, demorou a chutar e acabou travado.

No intervalo, Bale entrou em campo no lugar de Benzema, mas, mal teve tempo para mostrar serviço. Aos 19, o atacante galês se chocou com dois defensores do CSKA e apresentou muitas dores no tornozelo direito. Embora tivesse seguido em campo, o jogador não conseguiu atuar bem.

Para piorar as coisas para o Real Madrid, aos 28, após boa troca de passes dentro da área dos donos da casa, Sigurdsson recebeu na entrada da área e emendou de bate-pronto para vencer Courtois e fazer o terceiro gol dos visitantes no jogo.

No fim, os campeões continentais até tentaram diminuir a distância, mas, não mostraram muito ímpeto. Vinicius Júnior, aos 46, recebeu de Odriozola, mas, acabou acertando a rede pelo lado de fora, na última oportunidade do jogo.

Na República Tcheca, o Viktoria Plzen garantiu a terceira posição da chave ao passar pela Roma por 2 a 1. O meia-atacante Jan Kovarik e o atacante Tomas Chory marcaram para os anfitriões. O meia-atacante turco Cengiz Ünder fez o gol do time italiano, que teve o lateral-esquerdo Luca Pellegrini expulso nos acréscimos.



Ficha técnica:.

Real Madrid: Courtois; Odriozola, Vallejo, Sánchez e Marcelo (Carvajal); Llorente (Kroos), Isco e Valverde; Asensio, Vinicius Jr e Benzema (Bale). Técnico: Santiago Solari.

CSKA Moscou: Akinfeev; Mário Fernandes, Nababkin, Rodrigo Becão, Magnusson e Schennikov; Bistrovic, Vlasic e Oblyakov (Kuchaev); Chalov (Hernández) e Sigurdsson (Nishimura). Técnico: Viktor Goncharenko.

Árbitro: Artur Dias (Portugal), auxiliado pelos compatriotas: Rui Tavares e Paulo Soares.

Gols: Chalov, Schennikov e Sigurdsson (CSKA Moscou)

Cartões amarelos: Valverde (Real Madrid); e Schennikov (CSKA Moscou).

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha).

Esporte