PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Família divulga entrevista concedida por Schumacher dias antes de acidente

21/11/2018 17h28

Berlim, 21 nov (EFE).- A família de Michael Schumacher publicou uma entrevista até agora inédita do heptacampeão mundial de Fórmula 1, realizada pouco antes do acidente sofrido em dezembro de 2013 e que o deixou em um estado de saúde delicado.

A entrevista foi feita a partir de questionamentos elaborados por fãs de Schumacher, que completará 50 anos no dia 3 de janeiro. A pergunta mais frequente dos torcedores foi qual dos sete títulos foi o mais emocionante para o alemão, que respondeu escolhendo o de 2000, o primeiro pela Ferrari.

"A corrida mais emocionante foi Suzuka, em 2000, com Ferrari. Depois de não ter conseguido o título durante quatro anos e que a Ferrari estivesse há 21 anos sem conquistá-lo, vencemos a carreira e o Mundial", declarou Schumacher.

O alemão revelou também que quando criança admirava os pilotos Ayrton Senna e Vincenzo Sospiri, mas que seu grande ídolo era Harald Schumacher, ex-goleiro da seleção alemã. Além disso, o piloto que ele mais gostava de ver no circuito era o finlandês Mika Hakkinen. "Pelos grandiosos duelos que tivemos na pista e as boas relações pessoais entre nós", justificou.

O heptacampeão disse ainda que apesar de todos os títulos conquistados, é preciso sempre se questionar para continuar melhorando e era o que ele fez durante toda a carreira.

"Acho que é importante ter dúvidas para não ficar confiante demais, para se manter cético e continuar em busca do progresso. Sempre pensei: 'não sou tão bom'. Acredito que essa atitude tenha me feito chegar aonde cheguei", analisou.

"O sucesso tem a ver com o trabalho de equipe. Você faz a sua parte, mas a equipe é mais forte. A Fórmula 1 é um trabalho em equipe", completou.

Esporte