PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hamilton sobra mais uma vez e crava pole do GP dos EUA; Vettel é 2º

21/10/2017 20h10

Austin (EUA), 21 out (EFE).- O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, manteve o domínio iniciado no primeiro treino livre e garantiu neste sábado a pole position do Grande Prêmio dos Estados Unidos, em que pode conquistar o título da temporada, largando imediatamente a frente do alemão Sebastian Vettel, da Ferrari.

O dono do carro número 44 cravou o tempo de 1min33s108 na parte final da sessão, que define a ordem dos dez primeiros colocados. Sem forçar, já que não melhorou o tempo na última tentativa, o dono de três títulos da categoria, em 2008, 2015 e 2016, ficou pouco mais de dois décimos na frente do maior rival.

Esta foi a 72ª vez na carreira em que Hamilton largará na pole position. Além disso, o britânico alcança a marcar de 117 largadas na primeira fila, um recorde na história da categoria, superando o alemão Michael Schumacher, sete vezes campeão mundial.

Para erguer o troféu amanhã, o piloto da Mercedes terá que vencer e contar que Vettel não vá além do sexto posto, ou então, ficar em segundo, mas o rival terminar do nono lugar para baixo.

O finlandês Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton, largará na terceira colocação, seguido pelo australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, e o outro representante da Finlândia na categoria, Kimi Raikkonen, da Ferrari, que completa o grupo dos cinco mais rápidos.

Felipe Massa, da Williams, que vinha se destacando no fim de semana em Austin, com sextos lugares nos dois primeiros treinos livres e oitavo no TL3, realizado hoje, não repetiu o bom desempenho e fechou a sessão na 11ª posição, com tempo de 1min35s155 no Q2.

O brasileiro, no entanto, será beneficiado por punição de 15 postos no grid ao holandês Max Verstappen, da Red Bull - que foi o sexto mais rápido do dia - e largará fechando o 'top-10' amanhã.

O canadense Lance Stroll, companheiro de Massa, teve ainda menos sorte no treino, sendo eliminado ainda no Q1, ao ficar na 17ª colocação, com o tempo de 1min36s868. Ainda assim, o jovem piloto ganhará quatro lugares.

Além de Verstappen, o belga Stoffel Vandoorne, da McLaren, que ficou em 13º, o alemão Nico Hulkenberg, da Renault, 15º mais rápido do dia, e o neozelandês Brendon Hartley, que estreia na Toro Rosso, e foi o 18º, receberam punições e largarão no fim do grid.

Esporte