PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Contra Bolívia, seleção peruana tenta iniciar arrancada para ir à Copa

30/08/2017 15h59

Lima, 30 ago (EFE).- A seleção peruana tenta nesta quinta-feira iniciar arrancada para tentar, ao menos, vaga na repescagem intercontinental das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, em duelo com a eliminada Bolívia, que acontecerá no Estádio Monumental, em Lima.

Os comandados pelo argentino Ricardo Gareca, ex-Palmeiras, ocupam atualmente a sétima colocação na tabela, com 18 pontos, quatro distante da Argentina, que está no quinto lugar, e cinco atrás do Chile, quarto, que seria a última concorrente a garantir vaga direta neste domingo.

Em casa, a seleção peruana terá que superar a ausência de um dos principais jogadores, o atacante Paolo Guerrero, do Flamengo, que está suspenso por acumúlo de cartões amarelos, assim como o lateral-direito Aldo Corzo e o meia Renato Tapia.

Além disso, o goleiro Pedro Gallese acabou sendo cortado por Gareca, que sofreu grave lesão na mão direita durante partida do Veracruz, clube que defende, pelo Torneio Apertura do Campeonato Mexicano.

Os bolivianos, por sua vez, tiveram a eliminação das chances de ir ao Mundial decretada nesta terça-feira, depois que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) rejeitou recurso pela perda dos quatro pontos do empate, justamente, com os peruanos, e a vitória sobre os chilenos, no primeiro turno.

Com isso, a seleção do país fica com dez pontos nas Eliminatórias, apenas a frente da Venezuela, que tem seis. Apesar da distância de 12 pontos para a Argentina, que iria hoje a repescagem, faltando quatro jogos, os confrontos diretos de concorrentes, tiram as chances de ir ao Mundial.



Prováveis escalações:.

Peru: Cáceda; Advíncula, Ramos, Rodríguez e Trauco; Carrillo, Aquino, Yotún e Flores; Farfán e Ruidíaz. Técnico: Ricardo Gareca.

Bolívia: Lampe; Diego Bejarano, Haquín, Raldés, Cuéllar e Flores; Wayar, Justiniano e Campos; Fierro e Álvarez. Tecnico: Mauricio Soria.

Árbitro: Andrés Cunha (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Taran e Mauricio Espinosa.

Estádio Monumental, em Lima (Peru).

Esporte