PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Carlos 'Boi' promete "passar por cima" de Arlovski para mudar de patamar no UFC

Ag. Fight

Ag. Fight

30/07/2021 06h30

Embalado por três vitórias seguidas no octógono, Carlos 'Boi' vai ter seu teste de fogo no Ultimate. No dia 16 de outubro, o peso-pesado enfrenta Andrei Arlovski, ex-campeão da categoria, em evento que deve acontecer em Abu Dhabi (EAU). O confronto foi um pedido do brasileiro, que fez diversos desafios ao rival de olho no seu 'hype' em busca de uma chance de entrar no ranking do evento.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui), o brasileiro, como de costume, não teve papas na língua para provocar o adversário. Ciente que o combate pode mudar seu patamar e gerar ainda mais visibilidade no Ultimate, o baiano adiantou que não pretende desperdiçar essa oportunidade e fez um alerta ao bielorrusso.

"Agora é um novo marco da minha carreira. A partir de agora vai ser de lá para pior, vou entrar em uma nova fase. Penso dessa maneira. (...) Não vou respeitar o Arlovski. Vai ser pressão o tempo todo. Tenho total respeito pela carreira dele, mas o momento dele já passou. Estou chegando e ele é um dos caras que tenho que passar por cima. Vou passar que nem um rolo compressor. (...) Podem esperar uma versão ainda melhor de Carlos 'Boi'. Vai ser murro na cabeça o tempo todo", afirmou o lutador, emendando.

"Vou botar o coroa para dilatar o pulmão desde o primeiro round. Vou ser o cardiologista dele. Se passar por isso é porque está com o coração bom. Vai ser três rounds de pressão. Vamos para guerra. Acho que o gás vai ser uma das chaves para a vitória. (Lutar) Três rounds para mim é tranquilo. Vou estar melhor no gás, movimentação. Estava guardando o nocaute para uma ocasião dessas. Nocautear um ex-campeão mundial", completou.

Além de encarar o maior rival em sua trajetória, até o momento, no UFC, 'Boi' também pode ter um oponente que lhe encare no 'trash talk'. Arlovski é conhecido por seu jeito marrento e costuma provocar seus rivais. Portanto, o brasileiro aprovou esse 'choque' de personalidades e já deu uma prévia do que planeja fazer na luta.

"No momento da luta com certeza (vou provocar). Não vou respeitar, vou dar tapa, risada, vou fazer tudo. Antes eu não posso afirmar (se vou provocar), tem que ver se não vou com a cara dele. Me disseram que ele é marrento, então se for marrento vai se f****r comigo porque vou entrar na mente dele", explicou o peso-pesado.

No MMA profissional desde 2014, Carlos 'Boi' soma 12 vitórias, sendo seis por nocaute, e apenas uma derrota em seu cartel. Seu único revés veio em sua estreia pelo UFC, em julho do ano passado, diante de Sergey Spivak, na decisão majoritária dos juízes.

Esporte