PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Khabib Nurmagomedov pretende entrar na briga para inserir o MMA nas Olimpíadas

Ag. Fight

Ag. Fight

03/12/2020 10h34

Khabib Nurmagomedov se aposentou do MMA, mas a modalidade não saiu dele. Pelo contrário, agora, o russo se transformou em um homem de negócios e, depois de marcar época como lutador, também pretende ser importante nos bastidores. E a primeira grande medida foi anunciada.

Na coletiva de imprensa realizada no Uzbequistão, na última terça-feira (1), o ex-campeão do peso-leve (70 kg) do UFC surpreendeu ao revelar que um de seus objetivos é tornar o MMA um esporte olímpico. Khabib elaborou um cronograma e considera o planejamento possível para 2028, na edição de Los Angeles.

"A inclusão do MMA nas Olimpíadas é uma das minhas principais tarefas nos próximos anos. Já estamos trabalhando nessa direção. Em um futuro próximo, terei muitas reuniões, inclusive com o presidente do Comitê Olímpico. Acho que, se não for em Paris, Los Angeles tem uma grande chance de promover o MMA", destacou Khabib.

Apesar do desejo de ampliar o alcance do MMA, o russo admitiu que o fato de ser um esporte violento é o principal ponto negativo. No entanto, uma vez que faça parte das Olímpiadas, afirmou que deve disputar a preferência dos fãs com outras grandes modalidades.

"A única questão é a crueldade do esporte. Isso não é incentivado nas Olimpíadas. Eles não querem que haja muito sangue, mas em termos de reconhecimento, patrocínio e interesse da televisão, acho que se o MMA entra no programa olímpico, vai competir de igual para igual com o futebol e atletismo", finalizou.

Além do desejo de inserir o MMA nas Olímpiadas, Khabib Nurmagomedov adquiriu uma organização de MMA e a nomeou como EFC (Eagle Fighting Championships). Se o russo se movimenta fora do octógono, como lutador, ainda permanece distante de um retorno ao UFC, para tristeza de Dana White e da sua legião de seguidores.

Esporte