PUBLICIDADE
Topo

Dominick Reyes sugere que Jon Jones perca o cinturão do UFC por inatividade

Ag. Fight

Ag. Fight

16/07/2020 08h00

Jon Jones e Dominick Reyes se enfrentaram no UFC 247 - Diego Ribas

Dominick Reyes nunca escondeu que, além de conquistar o cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, impor a primeira derrota de verdade da carreira de Jon Jones, e consequentemente destroná-lo, era um objetivo pessoal seu. E, depois de chegar próximo de cumprir essa missão, sendo derrotado pelo campeão por meio de uma controversa decisão dos juízes, em fevereiro deste ano, o ex-desafiante mirava uma revanche imediata para apagar a frustração deixada pelo primeiro encontro entre eles.

Porém, não apenas a aguardada revanche não foi marcada como Jones entrou em uma briga pública com o Ultimate por melhores salários, deixando Dominick e o resto da divisão em compasso de espera. Com o imbróglio entre o campeão e a entidade sem previsão de ser resolvido, Reyes parece ter perdido a paciência. Ao 'SiriusXM', o meio-pesado sugeriu que 'Bones' seja destituído do posto de soberano da categoria, já que não pretende retornar aos octógonos para defender o cinturão enquanto não tiver suas demandas atendidas pelo UFC.

"Se ele não vai lutar, então você está acabado. Acabou. Você vai ser destituído (do título), acabou porque ele se aposentou. Quer dizer, eu acho que não seria destituído, já que está mais para aposentado. Ele disse que se afastaria", reclamou Reyes.

Nem mesmo a causa pela qual Jones alega lutar comove o ex-desafiante. Para Reyes, as declarações do rival, destacando que estaria buscando uma maior valorização financeira não só para ele, mas para todos os atletas do plantel do UFC, não passam de uma 'jogada de marketing' para ganhar a simpatia dos fãs.

"Foi a pandemia e Jon. Jon não queria lutar. Ele disse sem rodeios: 'Não'. Não tinha uma data, nada como isso, foi tipo, nós queríamos a revanche, mas Jon não queria fazer isso. Todo mundo aceitou com exceção de Jon, e a parada dele era dinheiro, então ele transformou isso em: 'Oh, eu sou um campeão para todo mundo ganhar mais dinheiro'. Mas isso não tinha nada a ver com os outros. Isso tem 100 por cento a ver com os bolsos dele apenas. Eu não sei, ele está tentando distorcer isso e fazer com que ele ganhe mais fãs: 'Eu sou um campeão para os lutadores, estou fazendo todas essas coisas'. Ele apenas deveria ter lutado comigo", finalizou.

Dominick Reyes e Jon Jones se enfrentaram na luta principal do UFC 247, em fevereiro deste ano. Apesar de muitos terem visto vitória do desafiante após cinco rounds, os juízes apontaram triunfo do campeão de forma unânime em suas papeletas, decisão bastante contestada por fãs e especialistas que acompanharam o combate.

Esporte