PUBLICIDADE
Topo

Ngannou aponta duelo com Cormier como desafio maior do que luta com Miocic

Ag. Fight

28/05/2020 09h41

Ainda no aguardo dos próximos planos do UFC para a sua nova apresentação no octógono, Francis Ngannou comentou sobre os dois principais nomes da categoria do peso-pesado. Com quatro vitórias seguidas, o camaronês pede por uma chance pelo cinturão, mas tem consciência de que o Ultimate mira realizar a trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier. No que depender do seu pensamento, ele já tem uma ideia de quem, desse possível duelo, prefere encarar pelo posto de número um.

Em entrevista ao site 'BJPenn.com', Ngannou admitiu que considera Miocic um rival mais 'fácil' do que Cormier. Uma de suas explicações é que ele já encarou o americano, em 2018, e, apesar de ter saído derrotado, confia que está melhor do que naquela apresentação. Para o africano, 'DC' é um adversário mais complicado e não desperdiçaria chances de terminar com o confronto.

"Estou mais confiante em uma revanche contra Stipe do que com uma luta contra Cormier. Eu acho que Cormier é um maior desafio para mim do que Stipe. Eu enfrentei o Miocic e ele não me finalizou. Se fosse o 'DC', ele teria me finalizado. Eu estava entregue. Não podia me mexer e Stipe, mesmo assim, não conseguiu acabar com a luta. Acho que se eu enfrentar Miocic de novo, vou ter mais conhecimento para vencê-lo", explicou.

Mas caso Cormier vença esse confronto e decida seguir sua carreira no MMA - 'DC' anunciou que faria apenas mais uma luta antes de se aposentar - Ngannou aponta tal possibilidade como uma honra e se coloca como favorito para o embate.

"Eu ficaria muito feliz em lutar contra Cormier. Ele precisa da trilogia com Stipe para sua luta de aposentadoria. Por isso, não estou desafiando. No entanto, ele mesmo disse que me enfrentaria. Seria uma honra. Eu me vejo com minha mão levantada após a luta", finalizou.

Com quatro triunfos consecutivos, Francis Ngannou aguarda a definição sobre a trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier pelo cinturão peso-pesado do UFC, enquanto mira uma nova chance pelo título. Em janeiro de 2018, ainda invicto no Ultimate, o camaronês encarou Miocic pelo título da categoria, mas acabou superado na decisão unânime dos juízes.

Esporte