PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-desafiante ao título de Joanna deixa o UFC: "Melhor para a saúde"

Valerie Letourneau frisou que não vai se aposentar do MMA - Eric Bolte-USA TODAY Sports
Valerie Letourneau frisou que não vai se aposentar do MMA Imagem: Eric Bolte-USA TODAY Sports

17/02/2017 10h50

 

É o fim da linha para a carreira de Valerie Letourneau dentro do UFC. Ex-desafiante ao título feminino dos palhas (52 kg), a canadense anunciou via publicação no Instagram na noite da última quinta-feira (16) que não faz mais parte do plantel do maior torneio de MMA do mundo.

Através de um post emocionado, a atleta de 33 anos agradeceu o período que teve dentro do octógono, onde se apresenta desde 2015, e negou a aposentadoria do esporte. Otimista, Letourneau afirmou crer em momentos melhores em sua vida daqui para frente.

“Obrigada, UFC, tem sido uma experiência incrível e muitos sonhos se tornaram realidade. É hora de ver o que vem a seguir dentro e fora do cage. Novo capítulo começando agora! #UFC #determination #dedication #passion #love #sport #mma #thankyou #ByeByeBoss… E não sinta mal por mim! Os que me conhecem há anos sabem e eu sei que toda vez que eu pensei que o pior estava acontecendo, foi algo que me legou a algo 10 vezes melhor e eu acho que é isso que está acontecendo. Isso é o melhor para minha saúde e meu futuro. Eu estou bem, feliz, ainda amo meu esporte e eu vou continuar a lutar se meus fãs, patrocinadores e promoções me apoiarem. E se não, eu estarei bem”, escreveu a canadense.

Valerie Letourneau detém um cartel de oito vitórias e seis derrotas na carreira de MMA. Dentro do Ultimate, ela acumulou três triunfos e três reveses – esses nas últimas três lutas, o que deve ter contribuído para o seu desligamento do maior torneio de MMA do mundo. A canadense disputou o título dos palhas em novembro de 2015, quando foi derrotada por Joanna Jedrzejczyk por decisão unânime dos juízes laterais.

Esporte