PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Chile empata com Uruguai (1-1) e vai às quartas de final da Copa América

21/06/2021 20h36

Cuiabá, Brasil, 21 Jun 2021 (AFP) - O Chile garantiu nesta segunda-feira sua presença nas quartas de final da Copa América do Brasil-2021 ao empatar em 1 a 1 com o Uruguai pela terceira rodada do Grupo A, resultado que dá fôlego à Celeste após a derrota na estreia para a Argentina de Messi.

Eduardo Vargas (26) e Luis Suárez (66) marcaram os gols na Arena Pantanal, onde a 'Roja' se concentrou apesar do incidente envolvendo vários jogadores na última quinta-feira, quando violaram o protocolo sanitário do torneio com a presença de um cabeleireiro na concentração em Cuiabá.

Com este resultado, o Chile chegou a 5 pontos, o suficiente para garantir uma vaga na próxima fase do torneio, enquanto o Uruguai conquistou seu primeiro ponto em dois jogos e encerrou uma incômoda sequência de quatro jogos consecutivos sem marcar gols neste ano.

Na quinta-feira, na quarta rodada do Grupo A, o Uruguai vai enfrentar a Bolívia, em Cuiabá, às 18h00 (horário de Brasília), enquanto o Chile encara o Paraguai em Brasília no mesmo horário. A Argentina vai descansar nessa rodada.

- Golaço de Vargas -Apenas um ataque sério foi suficiente para o Chile fazer o 'maestro' Tabárez temer pelo pior devido a uma defesa lenta e insegura, que sofreu ao longo do jogo quando foi atacada em velocidade, principalmente pela esquerda onde estava o capitão Diego Godín.

Com cinco jogadores no meio de campo, a 'Roja' soube conter o impulso inicial da Celeste, muito ativa com Arrascaeta e Édinson Cavani para incomodar o goleiro Claudio Bravo.

No banco chileno, Martín Lasarte leu o jogo dos uruguaios e equilibrou no meio se impondo sobre o adversário quando soube aumentar os espaços no campo com Mauricio Isla e Eugenio Mena.

Foi assim que o Chile abriu o placar em uma tabela entre Vargas e Ben Brereton, que o atacante do Blackburn Rovers devolveu com precisão ao 'Turboman' e este ligou os motores para entrar na grande área e emendar uma bomba idefensável para Fernando Muslera.

A reação do Uruguai foi tímida, sem fluidez no meio e com um apagado Luis Suárez quando queria entrar no jogo.

- Suárez aparece -A necessidade do Uruguai levou Tabárez a fazer duas mudanças para o segundo tempo: Nahitan Nández no lugar de Giovanni González e Martín Cáceres no de Nicolás de la Cruz.

O esquema da Celeste mudou com três zagueiros e cinco meias, o mesmo que o Chile propôs desde o início do jogo. O Uruguai ganhou em fluência e posse de bola, mas faltou clareza para criar situações de gol.

Mas o Uruguai, sempre combativo, alcançou o empate aos 66 minutos com Luis Suárez. Uma cobrança de escanteio de Matías Vecino e encontrou o astro do Atlético de Madrid na segunda trave que emendou diante da marcação de Vidal.

O empate foi acabou sendo justo em um jogo tenso e de muita fluidez dentro de campo, em que a 'Roja' foi superior no primeiro tempo mas a Celeste se recuperou com as mudanças no segundo tempo.

cl/aam

Esporte