PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton pede protestos seguros após invasão de pista em GP da Grã-Bretanha

Lewis Hamilton na chegada ao Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 - Peter J Fox/Getty Images
Lewis Hamilton na chegada ao Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 Imagem: Peter J Fox/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/07/2022 17h07

Terceiro colocado no Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton foi as redes sociais pedir "protestos seguros". Durante a prova em Silverstone, manifestantes invadiram e se sentaram na pista enquanto os carros andavam em alta velocidade, sendo rapidamente contidos pelos fiscais de corrida.

O britânico aproveitou o grave acidente envolvendo o chinês Guanyu Zhou, da Alpha Romeo, para destacar os riscos da modalidade e pedir para as pessoas organizarem protestos de forma segura.

"Como nós pudemos ver hoje, este é um esporte muito perigoso. Eu não estava ciente dos protestos de hoje, e apesar de sempre apoiar aqueles que lutam pelo que acreditam, isso deve ser feito de forma segura", pediu Hamilton em texto publicado nos Stories do Instagram.

"Por favor, não pulem nas nossas pistas de corrida para protestar, nós não queremos colocá-los em risco", completou o heptacampeão mundial.

A FIA confirmou a invasão e afirmou que os meios legais quanto à ação serão movidos pelas autoridades locais:

"Confirmamos que após a bandeira vermelha, várias pessoas tentaram entrar na pista. Essas pessoas foram imediatamente removidas e o assunto agora está sendo tratado pelas autoridades locais", disse a entidade.

Veja o momento da invasão:

Fórmula 1