PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Fórmula 1: Max Verstappen suporta pressão de Hamilton e vence o GP dos EUA

Do UOL, em São Paulo

24/10/2021 17h38Atualizada em 25/10/2021 09h54

Max Verstappen, da Red Bull, venceu o Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1 na tarde de hoje (24). Após largada repleta de emoção e comandada por Lewis Hamilton, o holandês passou como um foguete pelo adversário na volta 14 e manteve o bom aproveitamento até o fim da prova.

Com o resultado, o "Super Max" segue primeira colocação da temporada com 287,5 pontos, 12 a mais do que o vice-líder Hamilton. O heptacampeão largou em segundo lugar e conseguiu a ultrapassagem no momento da largada, mas perdeu a posição após parar para trocar de pneus. Dono da melhor volta, o britânico ainda assumiu a ponta novamente quando seu rival fez uma segunda troca, mas foi ultrapassado novamente quando precisou fazer o mesmo.

A corrida teve constantes ultrapassagens e muitos "escorregões" nas curvas sinuosas do Circuito das Américas. A disputa constante entre os dois rivais marcou o fim de semana nos Estados Unidos. Sergio Pérez fechou o pódio em terceiro lugar.

A Fórmula 1 volta no dia 7 de novembro, com o Grande Prêmio do México, no Autódromo Hermanos Rodríguez.

Largada agitada

No apagar das luzes, o Grande Prêmio dos Estados Unidos já mostrou que seria repleto de emoções. Na disputa pela liderança, Max Verstappen chegou a espremer Lewis Hamilton no lado sujo da pista para evitar a ultrapassagem, mas não conseguiu.

Os dois quase chegaram a se chocar, e o britânico levou a melhor. Durante a disputa nas curvas, Verstappen chegou a deixar a pista por alguns instantes. Hamilton conseguiu manter a primeira colocação até a 14ª volta, quando o holandês assumiu a ponta.

Além deles, outros pilotos também tiveram problemas para lidar com as curvas.

Estratégia positiva

Ciente de que estava mais rápido do que o adversário, Verstappen foi para a parada na volta 11 e trocou pneus. Hamilton parou na volta 14 e acabou perdendo a posição.

No momento em que o heptacampeão passava pela faixa antes de voltar para o Circuito das Américas, o holandês da Red Bull passou como um foguete na reta e conseguiu assumir a liderança.

Briga de gigantes

Fernando Alonso e Kimi Raikkonen travaram uma batalha e tanto na curva 1. O finlandês levou a melhor, assumiu a 13ª colocação e irritou o espanhol. Incomodado com a situação, Alonso pediu para que o momento fosse revisado para ele ganhar a posição por irregularidade.

Após análise, a direção da prova decidiu não executar punições e frustrou o espanhol. Momentos depois, Alonso também teve um "enrosco" com Antonio Giovinazzi.

Pararam mais cedo

Pierre Gasly deixou a corrida na volta 15. No rádio, o piloto francês da AlphaTauri disse que teve problemas com a suspensão e foi aconselhado a deixar a corrida.

Já mais para a reta final, Esteban Ocon e Fernando Alonso também receberam a ordem de abandonar a corrida. Ambos foram alertados sobre possíveis problemas com o carro.

Paradas definindo tudo

Verstappen voltou a parar na volta 31, quando Hamilton assumiu a liderança da prova. O britânico ficou na ponta até o momento em que precisou parar para também trocar pneus.

Na volta 37, a Mercedes pediu para que Hamilton parasse para a troca. Verstappen aproveitou e voltou ao primeiro lugar. Depois disso, os dois protagonizaram uma briga incansável até o último segundo de corrida.

Veja a classificação do GP dos Estados Unidos

1- Max Verstappen(HOL/Red Bull Racing)
2- Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
3- Sergio Pérez (MEX/Red Bull Racing)
4- Charles Leclerc (MON/Ferrari)
5- Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)
6- Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
7- Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari)
8- Lando Norris (ING/McLaren)
9- Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri)
10- Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)
11- Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo)
12- Lance Stroll (CAN/Aston Martin)
13- Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo)
14- George Russell (ING/Williams)
15- Nicholas Latifi (CAN/Williams)
16- Mick Schumacher (ALE/Haas)
17- Nikita Mazepin(RUS/Haas)

Não completaram:
Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)
Esteban Occon (FRA/Alpine)
Fernando Alonso (ESP/Alpine)

Fórmula 1