PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

'Virei um sanduíche' e 'cara estúpido': veja as frases do GP da Turquia

Fernando Alonso, da Alpine, rodou após ser tocado por Pierre Gasly ainda na 1ª curva do GP da Turquia - Murad Sezer/Reuters
Fernando Alonso, da Alpine, rodou após ser tocado por Pierre Gasly ainda na 1ª curva do GP da Turquia Imagem: Murad Sezer/Reuters

Do UOL, em São Paulo

11/10/2021 04h00

Realizado no último fim de semana, o GP da Turquia acabou com vitória de Valtteri Bottas (Mercedes). O finlandês largou na 1ª posição e não teve grandes sustos, fazendo uma prova de "ponta a ponta" na liderança.

Max Verstappen (Red Bull), que saiu em 2°, também não teve lugares alterados e acabou na vice-liderança, reassumindo a ponta na tabela da temporada. Isso porque Lewis Hamilton (Mercedes) largou em 11° por conta da troca parcial de motor e acabou em 5°.

Sergio Pérez (Red Bull) fechou o pódio, seguido de Charles Leclerc (Ferrari), que perdeu a posição ao tentar não parar na molhada pista de Istambul. O monegasco, no entanto, ficou sem aderência e foi obrigado a fazer seu pit stop.

Alonso furioso

Um dos poucos incidentes aconteceu ainda na 1ª volta. Alonso, que saiu em 5° e avançou sobre Gasly após as luzes verdes, acabou sendo tocado pelo francês - que se defendia de Pérez - em um "sanduíche" formado na curva 1.

Que cara estúpido!",
disse Alonso sobre Gasly após rodar ainda na 1ª curva

Eu virei um sanduíche",
rebateu Gasly após toque em Alonso

Pérez x Hamilton

Hamilton colou em Pérez na volta 34 e iniciou a disputa pela 4ª colocação. Os dois ficaram lado a lado em pelo menos três curvas seguidas, mas o piloto da Red Bull segurou firme a posição.

Na última vez em que ficaram lado a lado, o mexicano acabou passando por cima da área de entrada dos boxes, mas não foi punido e se defendeu:

Eu fui empurrado para lá",
falou Pérez sobre disputa com Hamilton

"Não sei se foi a decisão certa"

Depois da corrida, Hamilton falou à Band sobre a estratégia da Mercedes - a equipe chamou o britânico para o pit stop na parte final da corrida, mas o piloto rejeitou para tentar finalizar a corrida sem paradas.

Pouco depois, no entanto, o heptacampeão trocou os pneus após começar a perder vantagem sobre os rivais.

Tudo que eu tenho de informação é o outro carro na frente, então eu não sei o que estava acontecendo, temos que confiar na equipe. Não sei se foi a decisão certa ou não [fazer a parada com atraso], mas de qualquer forma a gente perdeu duas posições. Do jeito que está apertado, perder duas posições é ruim"
Hamilton, sobre estratégia da Mercedes, à Band

Pista oleosa

Vice-colocado, Verstappen citou as dificuldades de correr em uma pista molhada e oleosa em Istambul. O piloto da Red Bull, no entanto, gostou do resultado.

Não foi nada fácil hoje, a pista estava oleosa, não podíamos acelerar tudo o que queríamos. O Bottas conseguiu administrar bem os pneus, mas estou feliz de terminar em segundo. É muito fácil errar nestas condições"
Verstappen, sobre condições da pista

E o vencedor?

Bottas seguiu o pensamento de Verstappen, mas considerou a prova "tranquila" pelas circunstâncias - ele não chegou a ser ameaçado pelo holandês da Red Bull

Sempre tive a prova sob controle, mas não foi fácil escolher a estratégia para saber qual pneu usar. Foi uma prova até que tranquila. Quando você só tem uma linha seca no traçado, pode perder o controle fácil, mas deu tudo certo e foi muito legal vencer o GP"
Bottas, sobre vitória de ponta a ponta

Veja o resultado do GP da Turquia:

  1. Valtteri Bottas (Mercedes)
  2. Max Verstappen (Red Bull)
  3. Sergio Pérez (Red Bull)
  4. Charles Leclerc (Ferrari)
  5. Lewis Hamilton (Mercedes)
  6. Pierre Gasly (AlphaTauri)
  7. Lando Norris (McLaren)
  8. Carlos Sainz (Ferrari)
  9. Lance Stroll (Aston Martin)
  10. Esteban Ocon (Alpine)
  11. Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo)
  12. Kimi Raikkonen (Alfa Romeo)
  13. Daniel Ricciardo (McLaren)
  14. Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
  15. George Russell (Williams)
  16. Fernando Alonso (Alpine)
  17. Nicholas Latifi (Williams)
  18. Sebastian Vettel (Aston Martin)
  19. Mick Schumacher (Haas)
  20. Nikita Mazepin (Haas)

Fórmula 1