PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton diz que teve cabeça atingida, e Verstappen critica: 'Me espremeu'

Carros de Hamilton e Verstappen ficaram parcialmente destruídos após grave acidente entre os pilotos - Reprodução/Band
Carros de Hamilton e Verstappen ficaram parcialmente destruídos após grave acidente entre os pilotos Imagem: Reprodução/Band

Do UOL, em São Paulo

12/09/2021 12h28

O grave acidente envolvendo Lewis Hamilton (Mercedes) e Max Verstappen (Red Bull), ocorrido hoje durante o GP da Itália de Fórmula 1, foi contado de maneira diferente pelos pilotos envolvidos.

Enquanto o britânico afirmou ter sido atingido na cabeça e lamentou a atitude do rival de não ter passado direto na chicane, o holandês disse ter sido "espremido" pelo carro da Mercedes.

Em entrevista à Band, Hamilton foi o primeiro a falar. "[O carro dele] chegou a encostar na minha cabeça e na minha nuca. Eu estava correndo para ganhar, não fizemos uma parada boa... tentei me aproximar o mais rápido possível da curva 1 e dei espaço. De repente, vi o carro dele em cima de mim. No começo da corrida, quando acabou a pista para mim, eu decidi ir reto, e ele deveria ter feito a mesma coisa", falou.

Na sequência, foi a vez de Verstappen dar a sua versão do episódio à emissora brasileira. Ele também alfinetou o adversário.

"Estava tudo muito apertado na curva um, ele me espremeu e fui no limite da pista. Tentei ir por fora. Ele sabe que eu estava ali e me espremeu até um ponto em que fiquei sem espaço. Ele me jogou para a lombada e batemos. É só ver o que aconteceu em Silverstone [na ocasião, os dois novamente se tocaram e Verstappen precisou abandonar]. Eu estava guiando de maneira justa, mas chegou num ponto que ele foi me apertando", ressaltou o holandês.

Vale destacar que o piloto britânico não teve ferimentos mais graves muito pela presença do Halo no carro. O dispositivo de segurança é obrigatório na categoria desde 2018 e tem como função proteger a cabeça do piloto em choques como o que aconteceu neste fim de semana. Em 2020 o piloto Romain Grosjean sofreu um grave acidente no Bahrein e o sistema de proteção foi fundamental para evitar danos mais sérios.

O próximo GP da Fórmula 1 acontecerá na Rússia daqui duas semanas, entre os dias 24 e 26 de setembro. Será a décima quinta prova da atual temporada da categoria e mais uma oportunidade dos dois pilotos somarem pontos em busca do título.

Fórmula 1