PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Hamilton lamenta falha em relargada de Baku: "Sinto muito, pessoal"

Do UOL, em São Paulo

06/06/2021 11h46

O êxito de Lewis Hamilton na relargada em Baku, no Azerbaijão, durou pouco: depois de ultrapassar Sergio Pérez e chegar à primeira posição, o piloto da Mercedes não conseguiu fazer a primeira curva e passou reto pela pista. No rádio, o britânico se desculpou com a equipe: "Sinto muito, pessoal".

A relargada aconteceu após um problema no pneu do carro de Max Verstappen, que se chocou contra o muro enquanto liderava a prova. Hamilton teve a chance de assumir não só o primeiro lugar da corrida, mas também o da classificação do campeonato, e perdeu a oportunidade de seguir vivo na briga.

O segundo colocado foi a surpresa do dia, Sebastian Vettel, que teve um bom recomeço após a bandeira vermelha de Lance Stroll. O pódio fechou com Pierre Gasly (AlphaTauri).

O top 5 da classificação foi preenchido por Charles Leclerc (Ferrari) e Lando Norris (McLaren). A classificação geral segue com Verstappen com 105 pontos e Lewis Hamilton com 101.

A Fórmula 1 volta daqui duas semanas, no domingo, (20), com o GP da França. O UOL Esporte fez um resumo do que foi o movimentado GP do Azerbaijão, disputado no Circuito Urbano de Baku. Confira abaixo:

Largada limpa e agitada

A largada foi prudente por parte dos pilotos. O pole Charles Leclerc teve um começo positivo e abriu distância de Lewis Hamilton e Max Vestappen.

No momento em que as luzes vermelhas se apagaram, todos preferiram uma saída um pouco mais cuidadosa, por conta da primeira curva de 90 graus.

Por mais estreita que seja a pista, a saída não teve nenhum tipo de contato por parte dos envolvidos.
Na terceira volta, Lewis assumiu a primeira colocação, sem a asa móvel, e quase levou o troco do jovem da Ferrari, mas soube segurar a liderança da terceira volta em diante.

Na sétima volta, Verstappen abriu a asa móvel e assumiu a segunda colocação, deixando Charles Leclerc para trás e dando início a uma briga pela liderança contra o britânico heptacampeão, que teve problemas após o pit stop e perdeu a posição para o holandês.

Parou cedo

O francês Esteban Ocon, da Alpine, deixou a corrida na quinta volta por conta de um problema de motor. Ele foi o primeiro a abandonar a prova.

A justificativa da equipe foi sobre falta de potência no motor e turbo. Vale ressaltar que a Alpine estava com os motores antigos.

Hamilton 'vítima' do pit stop

O piloto britânico assumiu a liderança logo no começo da corrida ao deixar Charles Leclerc para trás na terceira volta.

No momento em que realizou a parada, o desempenho da Mercedes no pit stop não foi dos melhores, com 4.6 segundos, o que complicou o heptacampeão.

Depois disso, em terceiro lugar, Hamilton ficou em uma briga com Sergio Perez, que soube lidar com a vantagem que conseguia no segundo setor e 'protegeu' a liderança do seu companheiro de equipe Verstappen.

Na volta 47, o holandês perdeu o controle, o que deu o segundo lugar para Lewis, que seguiu atrás do piloto mexicano.

Safety car em ação

Por mais que os treinos livres e o treino classificatório tenham ficado marcados por muitas bandeiras vermelhas, a corrida em si teve apenas duas paradas obrigatórias.

Na volta número 31, Lance Stroll, da Aston Martin, teve um problema com o pneu e perdeu o controle do carro. O canadense fazia uma boa corrida, era o quatro colocado, após largar nas últimas posições.

Além dele, Esteban Ocon também precisou deixar a corrida por conta de um problema técnico, no caso do francês da Alpine, não foi necessária a paralisação da prova.

Na reta final, o líder Verstappen não conseguiu manter a primeira colocação após um acidente, que precisou do safety car.

Lance Stroll deixa a corrida após perder o controle do carro  - Reprodução/Fórmula 1 - Reprodução/Fórmula 1
Lance Stroll se lamenta após bater no muro durante a classificação para o GP do Azerbaijão
Imagem: Reprodução/Fórmula 1

Surpresa positiva

Um dos destaques foi Sebastian Vettel, que terminou a corrida em terceiro lugar. Após a paralisação por conta do acidente de Lance Stroll, o tetracampeão da Fórmula 1 deixou para trás Charles Leclerc e Pierre Gasly.

Depois de duas ultrapassagens positivas, o alemão ainda ficou na cola de Lewis Hamilton, garantindo uma boa posição no GP do Azerbaijão.

Com a batida de Verstappen, ele assumiu a terceira colocação e voltou ao pódio.

"Baku é muito louco", diz Sergio Perez

O vencedor do dia comerou a primeira vitória nesta temporada. Além de afirmar que considera o Circuito Urbano de Baku 'muito louco', o mexicano lamentou o ocorrido com seu parceiro de equipe, Max Verstappen.

"Estou tão, tão feliz por hoje. Normalmente Baku é muito louco. Sinto muito por Max porque ele fez uma corrida incrível. Ele realmente mereceu a vitória", disse ele.

Fórmula 1