PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

GP do Azerbaijão: Charles Leclerc conquista segunda pole consecutiva

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/06/2021 07h04Atualizada em 05/06/2021 13h04

Charles Leclerc garantiu hoje o primeiro lugar para a largada do Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1. Além de ser a segunda consecutiva, o jovem piloto conquistou a pole número nove de sua carreira.

Com a marca de 1m41s218, o piloto monegasco da Ferrari conquistou a pole position. No Q3, ele superou Lewis Hamilton e faturou o primeiro lugar no grid.

Max Verstappen e Pierre Gasly compõem a segunda fila, seguidos por Carlos Sainz (Ferrari), Lando Norris (McLaren), Sergio Perez (RedBull), Yuki Tsunoda (AlphaTauri), Fernando Alonso (Alpine) e Valtteri Bottas (Mercedes). - veja a classificação completa mais abaixo.

A busca pela melhor colocação na largada ficou marcada por quatro bandeiras vermelhas. No Q1, Lance Stroll e Antonio Giovinazzi deixaram a prova. Já no Q2, Daniel Ricciardo também deixou a disputa depois do acidente. No Q3, Yuki Tsunoda e Carlos Sainz também tiveram problemas e bateram.

Depois do treino classificatório, a FIA (Federação Internacional do Automóvel) anunciou uma punição a Lando Norris por desrespeitar a bandeira vermelha. Inicialmente classificado em sexto, ele perdeu três posições e largará em nono. Com isso, Sergio Perez (7º), Yuki Tsunoda (8º) e Fernando Alonso (9º) ganharam uma posição cada.

Veja como foi a classificação de hoje:

Q1

Logo no início do Q1, Lance Stroll, da Aston Martin, bateu e acionou a bandeira vermelha, precisando deixar a prova. Depois dele, Antonio Giovinazzi também passou pela mesma situação. Ambas sem gravidade, ou pilotos envolvidos.

O melhor tempo do final de semana, até então, foi de Lewis Hamilton, que anotou 1m41s545, seguido de Max Verstappen e Sergio Perez. (+0.215 e +0.423 respectivamente).

Foram eliminados: Nicholas Latifi (Williams), Mick Schumacher (Haas), Nikita Mazepin (Haas), Lance Stroll (Aston Martin) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).

Q2

Desta vez, o mais veloz foi o holandês Max Verstappen (1m41s625), que já vinha de bons resultados nos treinos livres. Em seguida, vieram Sergio Perez e Lewis Hamilton (1m41s630 e 1m41s634).

A terceira bandeira vermelha da pole ficou por conta de Daniel Ricciardo, que bateu faltando menos de dois minutos para o final, sem prejudicar os demais.

No Q2, os eliminados foram: Esteban Ocon (Alpine), Sebastian Vettel (Aston Martin), Daniel Ricciardo (McLaren), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), George Russell (Williams).

Q3

Na parte decisiva do classificatório, Charles Leclerc fez o melhor tempo e conquistou a pole número nove de sua carreira. Ele fez 1m41s218 e deixou para trás Hamilton e Verstappen. No último minuto Sainz e Tsunoda também bateram e acionaram a bandeira vermelha, mas sem influência no resultado final, que já estava encaminhado.

Confira o grid de largada para o GP do Azerbaijão

A corrida

A largada está marcada para amanhã, (6), às 9h (de Brasília). Max Verstappen tentará usar do bom momento para se distanciar de Lewis Hamilton no topo da tabela classificatória da Fórmula 1.

O terceiro treino livre

Com Pierre Gasly, a Alpha Tauri comandou o terceiro treino livre antes do classificatório do Grande Prêmio do Azerbaijão. O piloto francês liderou o circuito com 1m42s251. Dono da melhor volta do final de semana, Sergio Perez ficou em segundo lugar, com 1m42s595.

O terceiro colocado foi Lewis Hamilton, com 1m42s697. Após fazer treinos não tão expressivos ontem, (4), o britânico surpreendeu na reta final e conseguiu aparecer entre os três primeiros.

Os dois nomes da Ferrari fecharam os cinco primeiros colocados, Charles Leclerc (1m42s778) e Carlos Sanz (1m43s006) continuaram vivos na busca pela pole position, que acontecerá daqui algumas horas.

O destaque do terceiro treino livre foi o abandono de Max Verstappen. Faltando cerca de 34 minutos para o final da prova, o piloto holandês acionou a bandeira vermelha após uma colisão.

Bandeira vermelha

Faltando cerca de 34 minutos para o final do treino, Verstappen bateu e quebrou a roda dianteira direita. O acidente aconteceu no mesmo local em que Leclerc abandonou a corrida ontem, (4).

Foi necessária a bandeira vermelha para a remoção do carro da pista. Depois disso, o holandês acompanhou o restante do treino de fora.

Hamilton acordado

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas seguiram com números não tão positivos no circuito urbano de Baku. Nos dois primeiros treinos os dois pilotos da Mercedes já haviam mostrado dificuldades.
Porém, na reta final do treino, o piloto britânico anotou uma boa volta e assumiu o terceiro lugar no último treino livre, dando esperanças de bons resultados para o Grande Prêmio do final de semana.

Primeiro e segundo treino livre

As atividades do Grande Prêmio do Azerbaijão começaram ontem, (4). Os dois primeiros treinos livres tiveram a liderança de Max Verstappen. Além dele, quem chamou atenção foram os pilotos da Ferrari, que fizeram bons números.

O holandês, atual primeiro colocado da F1, fez 1m42s184 no primeiro treino e 1m42s216 no segundo, quando ficou atrás de seu companheiro Sergio Perez, com 1m42s115.

Carlos Sanz e Charles Leclerc, da Ferrari, também compartilharam as quatro primeiras colocações nas duas primeiras aparições no circuito urbano de Baku.

Fórmula 1