PUBLICIDADE
Topo

LeBron James pagará multas de ex-presidiários para que possam votar

LeBron James, durante treino dos Lakers em 15 de julho de 2020 - Bill Baptist/NBAE via Getty Images
LeBron James, durante treino dos Lakers em 15 de julho de 2020 Imagem: Bill Baptist/NBAE via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

24/07/2020 20h15

LeBron James e outros atletas e artistas negros estão levantando fundos para ajudar moradores da Flórida com registros criminais a pagar dívidas pendentes que os impedem de votar.

A iniciativa é da associação "Mais que um voto", criada pelo astro do Los Angeles Lakers, Trae Young, o comediante Kevin Hart e outros, que visa garantir o direito de voto da população negra americana antes das eleições presidenciais de novembro deste ano.

A campanha está em parceria com a Florida Rights Restoration Coalition, grupo que ajudou a acabar com a proibição vitalícia de voto da Flórida para pessoas com condenações criminais em 2018. No entanto, uma nova lei assinada em 2019 pelo governador Ron DeSantis condicionou o registro ao pagamento multas financeiras ou outras taxas associadas às suas condenações anteriores.

Udonis Haslem, atacante do Miami Heat, que também é membro do "Mais que um voto", disse em comunicado: "Acreditamos que seu direito de voto não deve depender se você pode ou não pagar para exercê-lo".

Esporte