PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Djokovic rebate críticas por festa com aglomeração: 'Não cruzamos a linha'

Djokovic comanda festa em Belgrado e rebate críticas por torneio de tênis - Reprodução
Djokovic comanda festa em Belgrado e rebate críticas por torneio de tênis Imagem: Reprodução

Do UOL, em Porto Alegre

19/06/2020 08h59

Novak Djokovic recebeu uma série de críticas por realizar uma festa com outros tenistas após ser anfitrião de um torneio na Sérvia. Porém, o atleta se justificou dizendo que já há liberação para tais eventos.

A festa ocorreu em uma casa noturna, em Belgrado. Vídeos nas redes sociais mostram o tenista ao lado de amigos que participaram da competição, como Dominic Thiem e Alexander Zverev. Empolgados, eles aparecem dançando sem camisa no palco.

"Eu sei que houve muitas críticas, especialmente no Ocidente. Por que havia uma multidão? Por que não havia distanciamento social? O que estava acontecendo e por que estavam comemorando deste jeito em meio a uma pandemia tão dura?", disse Djokovic ao podcast Tennis Legends.

"É difícil de explicar às pessoas que é realmente muito diferente o que está acontecendo nos Estados Unidos ou no Reino Unido em relação à Sérvia e países vizinhos. Obviamente, desde o primeiro dia do torneio, seguimos as regras acordadas pelas instituições de governo e saúde públicas da Sérvia", completou.

Djokovic ainda lembrou que a disputa foi gerida com consentimento dos órgãos públicos de saúde e que não houve qualquer irregularidade. Além do torneio de tênis, a festa também estava entre os pontos liberados.

"Nunca cruzamos essa linha, sempre esperamos que nos liberassem para fazer as coisas. Se poderíamos ou não ter público. Questionamos quando poderíamos ter público, quanto poderíamos ter, o que era necessário fazer no distanciamento social. Nos passaram este processo e o resultado foi fantástico", acrescentou.

As atividades esportivas autorizadas na Sérvia já vem causando problemas. A volta do coronavírus em Montenegro, país vizinho, ocorreu em razão da ida de torcedores ao jogo entre Partizan Belgrado e Estrela Vermelha que reuniu mais de 16 mil pessoas, segundo autoridades locais.

Tênis