PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Criticado por evento cheio, Djokovic faz festa em casa noturna e sem camisa

Djokovic em festa em Belgrado - Reprodução
Djokovic em festa em Belgrado Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo*

16/06/2020 11h49Atualizada em 16/06/2020 13h08

O tenista Novak Djokovic comandou a festa em uma casa noturna depois de ser o anfitrião de um torneio de tênis em Belgrado, na Sérvia.

Vídeos nas redes sociais mostram o tenista ao lado de amigos que participaram da competição, como Dominic Thiem e Alexander Zverev. Empolgados, eles aparecem dançando sem camisa no palco.

A imagem de aglomeração em uma casa noturna em meio à pandemia do novo coronavírus gerou questionamentos a Djokovic, mas eventos deste tipo estão permitidos na Sérvia. A própria realização do torneio, que recebeu grande público, foi criticada, mas o tenista alegou que estava seguindo as recomendações sanitárias do país.

Durante a última semana, o tenista reagiu às críticas sobre possíveis violações ao distanciamento social, observando que a região teve sucesso na luta contra a pandemia. A Sérvia contabilizou 24 mil infectados e menos de 800 mortos para uma população total de 22 milhões de pessoas.

Djokovic organizou em Belgrado a primeira etapa do 'Adria Tour'. Dominic Thiem foi o campeão, derrotando na final Filip Krajinovic, que havia eliminado nas semifinais o grande ídolo do país.

Onipresente ao longo de todo o fim de semana, Djokovic fez o papel de anfitrião, servindo como guia turístico de sua cidade para seus companheiros de circuito. Ele os levou para conhecerem o bairro boêmio de Skadarlija e outros lugares emblemáticos da capital sérvia.

Eliminado nas semifinais por Krajinovic, Djokovic pegou o microfone para se dirigir ao público, com lágrimas de emoção: "Não estou chorando por não ter chegado à final, mas porque lembro da minha infância", explicou, agradecendo o apoio aos tenistas demonstrado pelos espectadores, que responderam com uma ovação de pé.

O único porém da festa foi que, no sábado, os organizadores anunciaram que tiveram que desistir da etapa marcada para Montenegro nos dias 27 e 28 de junho, como resultado das rigorosas condições sanitárias impostas pelos governantes montenegrinos.

Depois de Belgrado, o 'Adria Tour' viajará para Zadar, na costa croata do Adriático, nos dias 20 e 21 de junho, onde dois tenistas daquele país participarão da competição: Marin Cilic, campeão do US Open de 2014, e Borna Coric .

Com a etapa montenegrina cancelada, o torneio terminará na Bósnia nos dias 3 e 4 de julho, em Banja Luka (noroeste), além de uma partida de exibição em Sarajevo entre Djokovic o número 1 da Bósnia, Damir Dzumhur.

Todos os jogos serão disputados, como em Belgrado, no saibro, em melhor de três sets de quatro jogos cada.

Com informações da agência AFP.

Tênis