PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Complexo que abriga o US Open em Nova York será transformado em hospital

Centro Nacional de Tênis Billie Jean King - Divulgação / US Open
Centro Nacional de Tênis Billie Jean King Imagem: Divulgação / US Open

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 09h30

Atendendo a um pedido do escritório de gerenciamento de crises de Nova York, a organização do Aberto dos Estados Unidos cedeu um complexo inteiro para ser usado como hospital. De acordo com um comunicado publicado no site oficial do evento, o Centro Nacional de Tênis Billie Jean King, no Queens, receberá a instalação de 350 leitos.

"É uma parte incrivelmente pequena, mas é o mínimo que podemos fazer", disse Danny Zausner, diretor de operações do Centro Nacional de Tênis Billie Jean King.

A construção começou na manhã de ontem e espera-se que os primeiros pacientes sejam tratados no hospital no início da próxima semana. O Centro Nacional de Tênis Billie Jean King é um dos maiores locais públicos para a prática de tênis no mundo.

Separadamente, o estádio Louis Armstrong será usado para doações. No local, serão distribuídos até 25.000 pacotes de refeições todos os dias.

Nova York está entre as cidades mais atingidas pelo novo coronavírus nos Estados Unidos. No total, o número de mortos no país chegou a 3.810 ontem. Os casos declarados de coronavírus nos Estados Unidos superaram os 174.400, segundo uma contagem da Universidade John Hopkins.

Tênis