PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Federação Mundial de Karatê anuncia liberação do uso de véu por lutadoras muçulmanas

Uso do véu no karatê por atletas muçulmanas está liberado desde 1º de janeiro - AFP PHOTO/William West
Uso do véu no karatê por atletas muçulmanas está liberado desde 1º de janeiro Imagem: AFP PHOTO/William West

Do UOL, em São paulo

03/01/2013 22h03

A WKF (Federação Mundial de Karatê) anunciou nesta quinta-feira que está liberado o uso de véus por lutadoras muçulmanas. Com a nova medida, a modalidade dá mais um passo para tentar a inclusão no programa olímpico a partir dos Jogos de 2020, ainda sem sede definida. A regra passou a valer desde o primeiro dia de 2013 para as competições do esporte.

"A WKF sempre se mostrou sensível à diversidade de toda a família-karatê espalhada pelos cinco continental", escreveu a Federação em um comunicado. "Trabalhamos mais de dois anos na questão dos véus, consultando diversas pessoas em busca da melhor decisão, aquela que trouxesse maior satisfação às famílias karatecas ao redor do planeta", completou a entidade.

O véu permitido pela WKF é desenhado especialmente para a prática esportiva. Ele cobre a cabeça e a nuca, deixando apenas o rosto da atleta à mostra. O acessório tem que ser obrigatoriamente preto e deve ter o logo da WKF na frente. Segundo a federação, a peça não representa riscos à segurança das atletas.

"Esse será o único modelo aceito pela Federação e somente com ele será possível competir em torneios organizados pela WKF", ressaltou a entidade máxima do karatê no comunicado.

Esporte