PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Falcão diz ter sensação de luto com eliminação precoce do Brasil no futsal

Do UOL, em São Paulo

22/09/2016 17h22

O craque Falcão disse que se sente como se tivesse perdido alguém um dia após a eliminação do Brasil nos pênaltis contra o Irã nas oitavas de final do Mundial de Futsal – a pior campanha da seleção brasileira em mundiais.

“A sensação realmente é como se tivesse perdido alguém. Eu me prepararei durante todo o ano, joguei o mínimo de jogos para chegar aqui na melhor formar possível”, afirmou ao SporTV.

“Fico remoendo [a derrota] porque vejo que o Brasil podia chegar mais longe, queria chegar até a final, pelo menos na semifinal como em 2004. Não consegui dormir, agora vou tentar dar uma descansada, estou virado há quase 24h”, acrescentou Falcão.

 Apesar de estar consagrado como bicampeão mundial e ter feito um bom campeonato na Colômbia, mesmo no jogo da eliminação contra o Irá, no qual marcou três gols no empate por 4 a 4, Falcão  admitiu sentir-se responsável pela eliminação.

“Por ser o mais experiente, eu me coloco como responsável também, não fujo da responsabilidade, sempre coloquei a cara para bater, estive presente nas maiores glórias, mas na maior decepção também. Momento bem difícil, fico triste pela molecada”, disse Falcão.

Por fim, o craque brasileiro falou sobre a homenagem dos jogadores e comissão técnica do Irã após a partida. Os iranianos pegaram Falcão no colo e o jogaram várias vezes para cima, em gesto de exaltação do ídolo do futsal.

“Eles estavam no momento deles, no momento histórico de eliminar o Brasil. Quando eu vi todos estavam em volta de mim, pararam a comemoração deles para me jogar para o alto, para me reverenciar. Aquilo é um retorno de uma história dedicada ao futsal”, afirmou Falcão.

Esporte