PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em meio ao início da 'era Textor', Chay completa um ano no Botafogo e tenta se firmar com Luís Castro

28/05/2022 07h22


Um dos principais destaques do título da Série B, Chay completou um ano de Botafogo na última terça-feira. Em outro momento, o meia-atacante tenta voltar a se firmar com a chegada do português Luís Castro. Neste ano, o atleta ainda não conseguiu apresentar o mesmo futebol da temporada passada e busca reconquistar seu espaço em meio à expectativa de mais reforços em julho na era John Textor.

+ Botafogo ultrapassa Fluminense: saiba os clubes do Brasil com mais sócios-torcedores

DO FUT7 À CHANCE NA ESTRELA SOLITÁRIA
?

Antes de cair nas graças da torcida do Botafogo, o atleta deu provas de que não se deve desistir de um grande sonho. Com uma história de vida que poderia ser retratada em um filme, Chay se transformou em um verdadeiro andarilho do futebol. Ele se aventurou em terras tailandesas em clubes como Muang Thong Utd, Songkhla FC e Esan United, e no Kedah FA, da Malásia.

+ Irmão gêmeo de Rafael, Fábio, do Nantes, visita treino do Botafogo, e torcida brinca nas redes sociais

Sem espaço no futebol de campo, o jogador, então, apostou no Fut7 e passou pelos clubes grandes do Rio de Janeiro. Foi nesta nova modalidade que o atleta acumulou títulos coletivos e individuais como a Copa América e o Mundial pela Seleção Brasileira e tornou-se o melhor jogador das Américas em 2018.

Em solo brasileiro, além da Portuguesa-RJ, Chay também atuou no Bonsucesso, Mogi Mirim e América-RJ. Entretanto, quis o destino que a estrela solitária voltasse a brilhar em seu peito, e depois de se destacar na Lusa, assinou com o Glorioso em 24 de maio de 2021. Um ano se passou, e a equipe tem tido dificuldade na criação. Cabe ao meia trazer mais dinâmica e fluidez ao setor, prender menos a bola e evoluir sob a batuta de Castro.

MÚSICA NA BOCA DA TORCIDA E TÍTULO NACIONAL

Com a chegada de Enderson Moreira, em 2021, Chay passou a se destacar e fazer dobradinha com Rafael Navarro, que hoje está no Palmeiras. Inspirado, o meia-atacante driblou a desconfiança e aproveitou a grande oportunidade da carreira para se firmar e renovar seu contrato.

Neste sentido, as boas atuações geraram uma paródia da música 'I Will Survive', intitulada 'Eu vi o Chay', feita pelo perfil 'Bootfire', no Twitter. Embalado pelo ritmo, o jogador marcou oito gols e deu oito assistências em quarenta e duas partidas na última temporada. Destaque para a grande atuação diante do Cruzeiro, quando estufou a rede em três oportunidades.

+ Auxiliar do Botafogo explica interação nas redes e valoriza torcida: 'É decisiva e fundamental'

Mesmo disputando a Série B, o camisa 14 chegou a ser citado pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite, em uma de suas convocações no último ano. Protagonista no meio de campo, Chay conquistou não só o espaço no setor, como o carinho da torcida com o título da segunda divisão e o bom futebol.

Depois do "ano mágico" em que despontou no futebol de campo mesmo depois dos 30 anos e tornou-se pai, o jogador segue como um dos remanescentes da campanha vitoriosa de 2021. Na sequência deste ano, ele terá a tarefa de se encaixar entre os titulares em um grupo que promete ser ainda mais reforçado em julho.

Futebol