Topo

Futebol


Edmílson avalia trajetória de Neymar no PSG e elogia Arthur

24/06/2019 16h45

Com grande trajetória no Barcelona e Lyon, Edmílson analisou o desempenho dos jogadores brasileiros no clube catalão e apontou Arthur como a grande surpresa da última temporada. Ao L!, durante um evento do Campeonato Espanhol no Rio de Janeiro, o ex-jogador também comentou a situação de Neymar no PSG e ressaltou que o atacante não rendeu o esperado no clube parisiense por conta de fatores extracampo.

- A questão da adaptação do Neymar (no PSG) foi extremamente, ao meu ver, extracampo. Não foi pelo talento dele que não conseguiu se desenvolver lá. Foi mais comportamental e acabou que não está dando muito certo - pontuou o ex-volante, que completou fazendo uma comparação entre o futebol espanhol e francês:

- Existe uma diferença grande da Liga Francesa com a Espanhola, em questão de qualidade de jogo. A maioria dos times da França são equipes que o primeiro ponto para a contratação é a parte física. A Liga Francesa é extremamente difícil, pois é um jogo muito físico. A Espanhola é mais técnica, com mais toque de bola, com alguns clubes que jogam mais forte - analisou.

ARTHUR SE DESTACA

No Barcelona, Edmílson conquistou uma Liga dos Campeões (2005/06), dois títulos do Campeonato Espanhol e é um dos brasileiros que conseguiu brilhar com a camisa do clube catalão. Arthur foi apontado pelo ex-jogador como a grande surpresa da última temporada, enquanto os demais brasileiros, como Philippe Coutinho, tiveram desempenhos regulares, com mais dificuldades.

- Arthur foi uma grande surpresa. Eu mesmo não conhecia muito seu futebol, na fase do Grêmio. Começou muito bem. Teve uma reta final mais difícil, por conta de lesões e acabou perdendo espaço nos dois jogos contra o Liverpool (semifinais da Liga dos Campeões). O Malcom veio mais para ser reserva, acabou jogando muito pouco. O Coutinho teve um início até bom, depois foi caindo. O único que se destacou foi o Arthur. No início de temporada comparavam ele com o Xaxi. Os demais brasileiros tiveram uma temporada regular - finalizou.

*sob a supervisão de Hugo Mirandella

Mais Futebol