PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Deschamps diz estar surpreso com aposentadoria de Koscielny da seleção

Juan Medina/Reuters
Imagem: Juan Medina/Reuters

15/10/2018 19h33

Didier Deschamps afirmou, nesta segunda-feira, estar surpreso com a aposentadoria de Laurent Koscielny da seleção francesa. O zagueiro do Arsenal anunciou que não jogaria mais pelos Bleus no último domingo.

"Eu fiquei surpreendido com a decisão dele (Koscielny). Percebo que ele está desiludido após não ter ido para a Copa do Mundo, mas muitos mandaram mensagens de apoio, eu liguei após a lesão, dei conselho sobre qual médico ele poderia ir e arranjei uma maneira dele ir para a final da Copa do Mundo através de um avião presidencial. Fiz de tudo, mas parece que eu podeira ter feito mais", declarou Deschamps, em entrevista coletiva nesta segunda, véspera do confronto contra a Alemanha pela Liga das Nações.

Koscielny sofreu uma grave lesão às vésperas da Copa do Mundo. Ele rompeu o tendão de aquiles no confronto contra o Atlético de Madrid, pela semifinal da Liga Europa, no dia 3 de maio. Por conta do problema físico, teve que acompanhar de casa os franceses ganharem o seu segundo mundial.

"A vitória da França no Mundial me causou mais dano psicológico que minha lesão, isso é algo que não tenho como negar. Eu me senti muito feliz por eles, não posso negar, mas também senti desgosto também. Não pude me sentir campeão do mundo, como seriam 60 milhões de franceses. É uma sensação muito estranha. Durante o Mundial, queria que a França se classificasse, mas ao mesmo tempo não queria, não sei explicar muito bem", disse o defensor, de 33 anos.

Esporte