PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Emre Can polemiza sobre expulsão de CR7: 'Não somos mulheres'

20/09/2018 10h58

A expulsão de Cristiano Ronaldo, na estreia da Juventus, na vitória, fora de casa, por 2 a 0, contra o Valencia, segue causando controvérsias na Europa. O companheiro de equipe do português, o volante Emre Can criticou a decisão do árbitro e seu argumento foi taxado de machista nas redes sociais.

- Eu ouvi que CR7 foi expulso por puxar o cabelo do adversário. Nós não somos mulheres, nós jogamos futebol. Se você vai dar um cartão vermelho por isso, você vai dar cartão vermelho por qualquer coisa - disse Emre Can, após o jogo, ao 'DAZN'

O jogador turco completou que a jogada não merecia cartão vermelho e que ele tinha "100%" de certeza disso. Cristiano Ronaldo foi expulso, ainda no primeiro tempo e uma das razões teria sido um puxão de cabelo em Murillo, zagueiro colombiano do Valencia.

O comentário de Can causou polêmica nas redes sociais. Usuários do Twitter acusaram o volante de ter sido sexista em sua análise. Nesta quinta-feira, o jogador usou a mesma ferramenta para se desculpar da declaração feita após o jogo:

- Eu gostaria de declarar que os comentários que fez nunca tiveram o foco de degradar as mulheres, o futebol feminino e a igualdade. Todo mundo que me conhece sabe o meu respeito pelas mulheres e pela igualdade. Eu peço siceras desculpas se meu comentário causou algum tipo de dano - escreve Emre Can, em seu Twitter

Esporte