PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diego Aguirre celebra vitória, explica poupados e pede calma no São Paulo

19/08/2018 22h09

Definitivamente é um momento especial para o São Paulo na temporada. Após a vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense, o Tricolor garantiu mais uma rodada na liderança e o Troféu Osmar Santos, oferecido pelo LANCE! ao campeão simbólico do primeiro turno do Brasileirão. Tudo isso graças ao comando do técnico Diego Aguirre, que mais uma vez teve influência direta no triunfo de sua equipe.

Depois de voltar de viagem da Argentina, onde foi eliminado pelo Colón na Copa Sul-Americana, o grupo são-paulino enfrentaria o desgaste, além da Chape, neste domingo, no Morumbi. Pensando nisso, Aguirre optou por poupar alguns de seus melhores jogadores como Nenê, Hudson e Rojas, que acabaram entrando na segunda etapa e contribuíram para mais um triunfo.

- Foi um jogo difícil. Nós tentamos fazer um planejamento que não é de agora. Dez dias atrás, quando sabíamos, que teríamos uma sequência muito grande, fizemos um planejamento e tomamos uma decisão em conjunto. Acredito que é melhor fazer algumas trocas em alguns momentos. É bom para motivar quem não recebe tantas oportunidades. As vezes, são riscos que não dão certo. Por sorte, foi uma vitória merecida. Não fizemos um grande jogo, mas merecemos a vitória. Nos manteve na liderança, que é uma coisa muito importante - analisou o comandante em coletiva após a partida.

Aguirre também aproveitou para elogiar seus zagueiros que, mais uma vez, tiveram uma grande jornada, saindo de campo sem levar gols, e valorizou o rodízio que tem feito entre as peças para o setor. Para ele, a qualidade é tão alta que o time nem sente as mudanças.

- Arboleda jogou muito bem, Bruno Alves jogou muito bem. Temos zagueiros excelentes. Valorizo todos porque troco os zagueiros e ninguém percebe. Faz parte de um planejamento quando se tem um nível tão alto. Eles dão sempre o máximo em cada jogo - afirmou o uruguaio.

Embora comemore e valorize a grande fase que passa o São Paulo neste momento da temporada, Aguirre prefere manter os pés no chão para falar em título, uma vez que somente três 'campeões' do primeiro turno não levantaram a taça do Brasileirão na era dos pontos corridos. O momento, segundo o treinador, é de cautela.

- É um dado significativo porque estamos fazendo as coisas bem. Estamos em uma posição que talvez muitos não acreditavam. Futebol é assim, é maravilhoso. Dá estes momentos. Está começando. Falta muito. Assim como tivemos uma sequência muito boa não podemos confiar. Temos que pensar no próximo jogo e não falar em outra coisa. São consequências de ganhar cada jogo. Há muito na frente. Temos que manter a calma e a humildade. Tentar ganhar o próximo jogo - concluiu.

O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Paraná, fora de casa, às 19h30. A partida é válida pela 20ª Rodada do Brasileirão-2018.

Esporte