PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-Figueirense, zagueiro Marquinhos é apresentado no Avaí e promete raça

23/05/2018 19h10

Virou a casaca. O zagueiro Marquinhos da Silva, ex-Figueirense, foi apresentado nesta quarta-feira no Avaí. O jogador, de 35 anos, tem longa história com o uniforme branco e preto, mas agora vestirá a camisa azul e branca, o maior rival. Ele prometeu intensidade e raça em seu novo clube.

- Quero agradecer ao clube, continuar meu trabalho e voltar a trabalhar. Agradecer por terem aberto as portas para trabalhar. Estou com uma vontade enorme por tudo que passei no último um ano e meio. Só eu e minha família sabemos do que passei. Minha vontade será em dobro. Junto com os companheiros, vamos buscar o retorno à Série A - disse o jogador.

Segundo o atleta, o zagueiro recebeu muitas mensagens negativas de torcedores avaianos, reprovando a contratação do defensor.

- Entendo o lado do torcedor, não posso julgar ninguém. É dentro de campo que vou trabalhar humildemente no dia a dia aqui, é nos jogos que vou estar provando. O jogador quanto menos falar, é melhor. Não adianta falar palavras bonitas para o torcedor, eles podem até ficar satisfeitos ou não, mas é dentro de campo. Venho para agregar com os companheiros em busca do objetivo - afirmou.

Perguntado sobre se irá comemorar gol contra o Figueirense, o zagueiro não titubeou na resposta. Além disso, complementou que é falta de respeito com a torcida.

- Comemoro, independente de eu estar no Avaí, mas em qualquer outro clube. Tenho uma opinião diferente. Acho falta de respeito estar em um clube e não comemorar gol. A torcida no estádio, e eu não comemorar? Não é desrespeito. Podem ter certeza que vou comemorar - afirmou.

Esporte