PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Willian nega rótulo de reserva e exalta seus números no Palmeiras

Willian deve ganhar espaço no time titular com a ausência de Borja - Ale Cabral/AGIF
Willian deve ganhar espaço no time titular com a ausência de Borja Imagem: Ale Cabral/AGIF

22/05/2018 15h22

Embora ainda despiste, Willian deve ser o substituto de Borja no Palmeiras até a parada para a Copa do Mundo. Reserva no time ideal de Roger Machado, o atacante citou seus números para dizer que, independente de estar no banco ou não, é um jogador importante. De seus 82 jogos pelo clube, apenas em 20 não começou jogando.

"Estou muito feliz e aqui no Palmeiras tenho 82 jogos e 62 como titular. Temos de valorizar. Eu me sinto titular, me sinto importante, como eu compartilho isso com o companheiro que às vezes não está jogando. Faz parte ficar no banco de reservas, o que não pode é abaixar a cabeça e deixar se abater. Sempre trabalhei forte por novas oportunidades e por uma sequência no time", disse.

"Eu tenho o máximo de respeito com as decisões do comandante. Nas equipes que passei sempre tive um histórico vencedor, de me cuidar para ter um bom rendimento em campo. Eu tenho graças a Deus uma porcentagem alta atuando como titular, o que valoriza ainda mais o trabalho e automaticamente sendo uma peça importante para o clube ou para o grupo", completou.

Se Keno, Dudu e Borja formam o trio de ataque titular, Willian é o primeiro reserva em qualquer uma das três funções. Sem o colombiano, que se apresentou à sua seleção para os treinos antes da Copa do Mundo, o camisa 29 deve jogar nesta quarta-feira, contra o América-MG, pela decisão de uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

A partida servirá para que ele prolongue o status de jogador do Palmeiras com mais jogos em 2018: são 29 até agora; Dudu é o segundo, com 28. Na lista de artilheiros e de assistências, ele está em segundo lugar, com sete gols (atrás de Borja, com 15) e cinco passes (atrás de Lucas Lima, com oito).

Esporte