PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Delegação da Chapecoense é recebida pelo Papa Francisco no Vaticano

30/08/2017 14h25

Os jogadores da Chapecoense, que desembarcaram na Itália na última terça-feira por conta de um amistoso que disputarão contra o Roma, foram recebidos pelo Papa Francisco no Vaticano durante a manhã desta quarta. Follmann e Alan Ruschel, sobreviventes da tragédia em Medellín, estiveram à frente da equipe. Neto se ausentou por problemas particulares.

Durante o encontro, que aconteceu após a tradicional cerimônia litúrgica na Praça de São Pedro, o papa argentino, torcedor do San Lorenzo, abraçou e abençoo a delegação e os familiares das vítimas do acidente com o voo da Lamia, em novembro de 2016. Antes de se despedir, a equipe presenteou Francisco com uma bola de futebol com as cores da Chapecoense e posou para uma foto oficial.

- É uma manifestação muito humana por parte da Sua Santidade, o Papa Francisco, receber a nossa agremiação que sofreu um grave acidente e que se recupera daquelas feridas abertas durante aquela trágica noite. E receber a sua bênção, um Papa que tem no seu coração, o amor, o carinho e a dedicação para com as pessoas, um ser humano de inigualável grandeza e de uma forma muito aberta de receber as pessoas e, recebe aqui, um time de futebol em reconstrução. Nada mais justo de agradecermos e fazermos neste momento uma oração por todos aqueles que ainda tem a oportunidade de conviver conosco e estarem aqui, neste dia, que é uma dádiva para todos nós - declarou o presidente da Chapecoense, Plinio David de Nês, à Rádio Vaticano.

Amistoso contra o Roma

Na próxima sexta-feira, a Chapecoense entra em campo às 15h45 (horário de Brasília) para enfrentar o Roma em mais um amistoso internacional. A verba da partida beneficente será repassada às instituições de caridade do Brasil.

Esporte