PUBLICIDADE
Topo

Esporte

EUA vencem Guatemala e evitam vexame de eliminação precoce na Concacaf

Estados Unidos corriam risco de ficar fora da Copa em caso de derrota - Jamie Sabau/Getty Images
Estados Unidos corriam risco de ficar fora da Copa em caso de derrota Imagem: Jamie Sabau/Getty Images

30/03/2016 00h46

Nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 na Concacaf, alívio para os Estados Unidos. A seleção corria risco de eliminação ainda na fase de grupos caso fosse derrotada pela Guatemala, em Ohio. Porém, diferentemente do primeiro turno (derrota por 2 a 0), desta vez não teve zebra: goleada por 4 a 0.

Com gols de Dempsey, Cameron, Zusi e Altidore, o time americano foi a sete pontos, um a mais do que o rival, e pulou para o segundo lugar no Grupo C. A ponta é de Trinidad e Tobago (10 pontos, após 6 a 0 na eliminada São Vincente). Os dois primeiros avançam para o hexagonal final.

Um fato curioso ocorreu com o guatemalteco Carlos Ruiz. Maior jogador e artilheiro da seleção (60 gols), ele tinha uma pendência jurídica e estava proibido de deixar o país. Com ajuda governamental, o problema foi resolvido durante a tarde, e o jogador pegou voo fretado para Ohio, viajando ao lado do irmão do presidente do país. Chegou pouco antes do jogo, começou no banco e entrou no intervalo.

Já pelo Grupo A, jogaram México e Canadá. Guardado e Corona anotaram no triunfo por 2 a 0 da seleção mexicana, fora de casa. A equipe, com a vitória, avança ao hexagonal.

Esporte