PUBLICIDADE
Topo

Futebol

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Rocha: 'Arrascaeta não vive bom momento e isso tem pesado no Flamengo'

Colaboração para o UOL, do Recife

22/05/2022 04h00

Classificação e Jogos

O Flamengo venceu o Goiás por 1 a 0 com gol de Pedro e chegou à segunda vitória no Brasileirão. Triunfo magro e suado, mas importante para trazer paz interna ao clube que vive dias de crise e ebulição. Apesar do bom resultado no Maracanã e do domínio na maior parte do jogo contra o Esmeraldino, o time voltou a sofrer para criar chances de gol, em parte porque contou com um Arrascaeta pouco inspirado.

Na Live do Flamengo, transmitida pelo UOL Esporte após os jogos do Mengão, os jornalistas André Rocha e Renato Maurício Prado analisaram a dificuldade de criação contra o Goiás e avaliaram o momento de Arrascaeta. Rocha afirmou que o meia uruguaio não vive sua melhor fase técnica, o que acaba refletindo na perda de criatividade do time.

"A gente viu mais uma atuação correta do Arrascaeta, mas para esse time do Flamengo fluir, o Arrascaeta tem que ser brilhante, ou ter mais momentos de brilhantismo, e ele não está tendo. Tem sempre muito errinho, esse detalhe, essa sintonia fina que está faltando no momento e é dele que tem que sair, ou esporadicamente do Everton Ribeiro."

"O último passe e a finalização perfeita, ou até o penúltimo passe que facilita tudo, como foi no lance do gol contra o Goiás, essa jogadas eram mais frequentes, é isso que está faltando. E muito em função do Arrascaeta, que é quem clareia tudo nesse time do Flamengo e não pode ter atuação nota cinco, tem que ser de sete para cima para esse time fluir, e não está acontecendo", analisou.

"Por isso também essa dificuldade das coisas acontecerem, esse time do Flamengo depende muito do Arrascaeta, mas ele tem errado muito tecnicamente e isso tem pesado no desempenho do Flamengo", completou Rocha.

RMP concorda que Arrascaeta não vive seu melhor momento no Flamengo, mas ponderou que contra o Goiás ele ajudou muito na marcação, uma vez que o time jogou com apenas um volante, William Arão, dois meias (o uruguaio e Everton Ribeiro) e três atacantes: Gabigol, Bruno Henrique e Pedro.

"Arrascaeta não está desequilibrando para o grande craque que ele é, ele nem sequer chutou a gol, achei ele muito mais preocupado na marcação do que na armação. Conseguiu um belo passe para o Bruno Henrique no primeiro tempo, mas vi ele marcando na bandeirinha de corner, é uma das obsessões do futebol moderno, todo mundo tem que marcar. Ele marcou muitas vezes contra o Goiás, até fazendo faltas, mas na frente está devendo."

A próxima edição da Live do Flamengo será na terça (24), logo após a partida contra o Sporting Cristal, pela Libertadores. Você pode acompanhar a live pelo Canal UOL, no app Placar UOL, na página do Flamengo no UOL Esporte ou no canal do UOL Esporte no YouTube.

Futebol