PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2021/2022

Manchester United vence Brentford com CR7 revoltado e Fred garçom

Jogadores do Manchester United comemoram gol marcado sobre o Brentford, pelo Campeonato Inglês - Ian Walton / Reuters
Jogadores do Manchester United comemoram gol marcado sobre o Brentford, pelo Campeonato Inglês Imagem: Ian Walton / Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/01/2022 18h56

Classificação e Jogos

O Manchester United resolveu no segundo tempo, venceu o Brentford por 3 a 1, hoje, em jogo atrasado pela 14ª rodada do Campeonato Inglês, e segue vivo na briga por uma vaga para a próxima Liga dos Campeões.

Após primeiro tempo apático, o United marcou dois gols em sete minutos, e se aproximou dos cinco primeiros da tabela. Elanga, Greenwood e Rashford fizeram para o time de Manchester. Toney descontou para os donos da casa.

A partida ainda marcou o retorno de Cristiano Ronaldo ao United. Recuperado de lesão, o português participou da jogada do segundo gol, e se irritou ao ser substituído no decorrer do segundo tempo.

Apesar da vitória, o United permanece na sétima colocação, agora com 35 pontos. O time de Manchester, porém, agora está a apenas um ponto do Tottenham, primeiro classificado para as competições continentais.

O Manchester United volta a campo neste sábado, às 12h (de Brasília), para enfrentar o West Ham pela 23ª rodada. Em mesmo dia e horário, o Bentford recebe o Wolverhamptom.

Encaixotados

O Manchester United passou os primeiros minutos do jogo "preso" em seu campo de defesa. Os Red Devils sofreram diante de um intenso Brentford e não conseguiram ultrapassar a linha do meio-campo nos primeiros quatro minutos de jogo.

Pés salvadores de De Gea

O Brentford ainda conseguiu uma boa sequência de ataques antes dos 15 minutos do primeiro tempo. Após saída de bola errada do United, De Gea salvou com o pé o chute de Janelt. Na sequência, o time de Manchester sofreu com uma sequência de escanteios dos donos da casa, que só terminou após rebote desperdiçado por Christian Norgaard.

De Gea trabalhou novamente com os pés aos 32 minutos. Brentford saiu em contra-ataque após cortar escanteio em seu campo de defesa; Mathias Jensen finalizou, e o arqueiro do United salvou com o pé esquerdo. Toney desperdiçou o rebote.

Sem pontaria

Enquanto De Ge a garantia a baliza zero, o setor ofensivo do Manchester United sofria para criar. No primeiro tempo, o time finalizou quatro vezes - contra oito do Brentford - mas nenhuma na direção da meta de Jonas Lossl.

Elanga resolve

Após primeiro tempo ruim, o United voltou aceso para a segunda etapa, e abriu o placar logo aos 10 minutos. Aposta do técnico Ralf Rangnick, Anthony Elanga aproveitou belo passe de Fred na intermediária para, de cabeça, mandar a bola para o fundo da rede.

Embalou!

Recuperado de lesão, Cristiano Ronaldo mostrou toda a sua qualidade na construção da jogada do segundo gol do United. Aos 17 minutos da segunda etapa, o português deu um toque de peito para Bruno Fernandes, que invadiu a grande área e tocou para Greenwood só empurrar para o fundo do gol.

Antes, CR7 teve a chance de deixar o dele, mas acertou a cabeçada no travessão. Já o primeiro tempo do português foi discreto, onde sofreu com vaias, faltas e pouca criatividade dos companheiros.

CR7 irritado

Cristiano Ronaldo não gostou de ser substituído aos 26 minutos do segundo tempo, e reclamou no banco de reservas. O camisa 7 jogou o casaco no chão, sentou na escada e perguntou algumas vezes porque foi sacado da partida. O técnico Ralf Rangnick precisou sentar ao lado do português para acalmá-lo.

De volta ao time após lesão, CR7 deixou o campo para a entrada do zagueiro Harry Maguire.

Bruno Fernandes garçom

O português Bruno Fernandes foi o garçom da vitória do United. Após passe para o segundo gol, o meio-campista também deu assistência para Marcus Rashford fazer o terceiro.

Aos 32 minutos, Greedwood roubou a bola no meio-campo e acionou Bruno Fernandes pela direita. O português tocou para Rashford, que mandou no ângulo esquerdo de Lossl.

Brentford diminui

O Brentford conseguiu seu gol de honra ao 40 minutos do segundo tempo. Após cobrança de lateral na grande área, a zaga do Fred cortou parcialmente, mas a bola seguiu viva na área, e Toney mandou para o fundo da meta de De Gea.