PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Diretoria do Juventude decide rescindir com Matheus Jesus e Paulinho Bóia

Matheus Jesus, durante partida entre Corinthians e Montevideo Wanderers - REUTERS/Andres Stapff
Matheus Jesus, durante partida entre Corinthians e Montevideo Wanderers Imagem: REUTERS/Andres Stapff

Eder Traskini, Marinho Saldanha e Yago Rudá

Do UOL, em Santos, em Porto Alegre e em São Paulo

22/09/2021 17h25

Classificação e Jogos

Emprestado pelo Corinthians ao Juventude até o fim desta temporada, o volante Matheus Jesus não veste mais a camisa do clube de Caxias do Sul. O clube gaúcho está insatisfeito com a postura do jogador e estuda formas de viabilizar a rescisão contratual. O novo destino do meio-campista deve ser em algum clube da Série B do Campeonato Brasileiro. O são-paulino Paulinho Bóia também está de malas prontas para deixar a equipe.

O motivo da rescisão de Matheus Jesus não chega a ser técnico. O meio-campista tem qualidades reconhecidas no Alfredo Jaconi. Porém, o comportamento fora de campo pesa para a decisão. A dificuldade de se manter em forma e a conduta quando não está no clube sofrem críticas nos bastidores.

O Juventude procura encontrar um mecanismo de rompimento que não o faça sofrer qualquer dano financeiro, mas já trabalha diretamente com a saída do jogador do grupo de Marquinhos Santos, que nos próximos dias deve oficializar outros rompimentos no mesmo moldes.

Como já fez 14 partidas pelo JEC na Série A do Campeonato Brasileiro, Matheus Jesus não pode assinar contrato com outra equipe da Série A. Por isso, um possível novo destino do volante deve ser a Série B e, inclusive, já há equipes interessadas. Procurado pela reportagem, o Corinthians informou que desconhece a informação e o atleta segue emprestado ao Juventude.

Paulinho Bóia de saída

O atacante do São Paulo também está na lista de saídas do Juventude e deve ter seu contrato rescindido nos próximos dias. Assim como Matheus Jesus, Paulinho Bóia apresentou uma conduta inadequada e, por isso, está fora dos planos do JEC para a sequência do Campeonato Brasileiro.

O jogador fez 15 partidas na Série A e também não pode ser inscrito por outra equipe da elite do futebol nacional. O São Paulo também foi contatado pela reportagem, mas afirmou não ter conhecimento da decisão do Juventude em rescindir o contrato.