PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

América-MG melhora após o intervalo e bate o Athletico em casa

Colaboração para o UOL

11/09/2021 17h54

Classificação e Jogos

Na partida que abriu o returno do Campeonato Brasileiro, o América-MG foi superior ao Athletico durante todo o tempo na tarde de hoje (11). Mas a equipe da casa só conseguiu balançar as redes da Arena Independência após o intervalo. Felipe Azevedo e Lucas Kal marcaram os gols que deram aos mineiros a vitória por 2 a 0 pela 20ª rodada.

Apesar do triunfo, o Coelho se mantém na zona de rebaixamento, no 17ª lugar, com 21 pontos. Já o Furacão completa o sétimo jogo seguido sem ver no torneio e se mantém com 24 pontos, caindo para a décima colocação.

Na próxima rodada, o time mineiro visita o Corinthians no domingo (19), às 18h15, enquanto os paranaenses recebem o Juventude no sábado (19), às 18h45. Antes disso, no entanto, o Rubro-Negro encara o Santos na Vila Belmiro na terça (14), às 21h30, para decidir uma vaga na semifinal da Copa do Brasil.

Quem foi bem: Ademir

O camisa 10 do Alviverde foi o comandante do time em campo. O jogador articulou bem os lances, criou as principais jogadas e também acelerou o ritmo quando foi preciso.

Quem foi mal: Pedro Rocha

O atacante ainda não reencontrou seu bom futebol no Athletico. Contratado há menos de um mês, o jogador ainda não conseguiu o encaixe adequado com os companheiros.

Controle de casa

Na semana que a Independência do Brasil foi comemorada, o América-MG fez valer o mando de campo em sua Arena e controlou o jogo do início ao fim. No primeiro tempo, Juninho, aos 4, e Marlon, aos 11, tiveram as primeiras chances.

O Athletico ameaçava apenas nos contragolpes. Quem levou mais perigo foi Erick, que cabeceou próximo ao travessão aos 24 minutos. O Alviverde continuou dominando, mas não obteve sucesso para entrar na área adversária.

VAR aparece

Em partida sem transmissão de TV, o árbitro de vídeo foi um dos poucos que assistiu ao confronto. Contudo, Rodrigo Dalonso Ferreira não ficou só olhando e também interferiu bem no confronto. Bissoli balançou a rede após Cavichioli dar rebote no chute de Richard, aos 36 do primeiro tempo. Porém, Christian, no início da jogada, estava em posição irregular.

Conversa no vestiário resolve

As duas equipes voltaram do intervalo sem mudanças, e o Coelho veio com tudo para a segunda etapa. Se o América-MG já havia sido melhor antes da parada, foi ainda melhor no tempo complementar. O clube dominou por completo e se aproveitou de mais uma exibição ruim do Athletico, que não ofereceu muito perigo.

Ribamar teve uma chance logo com um minuto, e o gol de Felipe Azevedo saiu aos 2. Juninho cruzou no meio da área, e o atacante subiu com tudo para mandar para rede.

Estreia de Zárate

O atacante argentino Mauro Zárate entrou aos 18 minutos da segunda etapa e participou bem da partida. O atleta ajudou os mandates no controle do confronto e, com apenas seis minutos em campo, tabelou com Patrick e cruzou na medida para Lucas Kal, que ampliou o placar para o América-MG.

Consciência ecológica

Criado em 2003, o Dia Nacional do Cerrado é celebrado neste sábado (11) e foi lembrado pelo time do Coelho. Os jogadores entraram em campo com frases para reforçar a importância de preservar o bioma, que é predominante em Minas Gerais e o segundo maior da América do Sul.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 2 x 0 ATHLETICO

Data: 11/09/2021
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG);
Hora: 16h00 (de Brasília);
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA);
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA).
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC).

Gols: Felipe Azevedo, aos 2', e Lucas Kal, aos 24', ambos do segundo tempo, para o América-MG.

Cartões amarelos: Felipe Azevedo (AME), Abner (ATH).

América-MG: Matheus Cavichioli; Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho e Ademir (Alê); Felipe Azevedo (Rodolfo), Fabricio Daniel (Berrío) e Ribamar (Zárate). Técnico: Vagner Mancini.

Athletico: Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Christian (Renato Kayser) e Erick; Pedro Rocha (Carlos Eduardo), Terans (Márcio Azevedo) e Bissoli (Jader). Técnico: Paulo Autuori.