PUBLICIDADE
Topo

Santos

Diniz rasga elogios a Carlos Sánchez no Santos: "Presente de mão dupla"

Colaboração para UOL, em Santos

28/07/2021 22h42

Classificação e Jogos

O técnico Fernando Diniz fez questão de elogiar Carlos Sánchez, que se tornou o maior artilheiro estrangeiro após a goleada por 4 a 0 sobre a Juazeirense, nesta noite (28), na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O uruguaio superou Copete, atualmente no Avaí, e entrou para história do Peixe. Diniz pontuou que é muito satisfatório trabalhar com o meia que, apesar da idade e dos nove meses parado após uma cirurgia no joelho, ele retornou em alto nível.

"É um presente para ele e para o Santos. É grande jogador, grande homem, grande caráter. Tinha muita simpatia de vê-lo jogar contra. Sempre chamou atenção, um dos que eu mais gostava no futebol brasileiro. É um dos grandes personagens do país. Mesmo com essa idade, joga em altíssimo nível. Ficou quase um ano afastado e voltou muito bem. Estou muito feliz por ele jogar. Premiado pelo gol, pela vitória, e é um presente de mão dupla para o Santos", disse.

Sánchez assumiu a titularidade ao entrar na vaga de Gabriel Pirani, preservado pelo treinador após apresentar alguns jogos irregulares. Sem Camacho, que atuou pela Copa do Brasil no Corinthians, a dupla atuou junta nesta noite.

Vale lembrar que o jogador estrangeiro renovou seu contrato e ficará no Alvinegro praiano até o julho de 2023. A ideia, aliás, é se aposentar no Santos.

Com a vitória, o Santos pode empatar ou até perder por 3 a 0 no jogo de volta das oitavas da competição, que ocorrerá na próxima quinta-feira (5), no estádio Adauto Moraes. Antes, porém, o Peixe enfrentará a Chapecoense neste domingo (1), fora de casa, pelo Brasileirão.

Santos