PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians derrota o Cuiabá em noite de destaque para o jovem meia Adson

Yago Rudá

Do UOL, em São Paulo

26/07/2021 21h59

Classificação e Jogos

Depois de duas derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, o Corinthians reencontrou o caminho da vitória na competição nacional. Na noite desta segunda (26), no encerramento da 13ª rodada, o Alvinegro bateu o Cuiabá, por 2 a 1, e voltou para a primeira parte da tabela. No duelo, brilhou a estrela de Adson, que marcou um gol e deu uma assistência para o volante Roni.

A qualidade técnica da partida, é verdade, deixou a desejar durante todos os 90 minutos do confronto. Tanto Cuiabá como Corinthians adotaram estratégias conservadoras, e os goleiros pouco trabalharam. Apesar disso, o time paulista conseguiu se aproveitar dos erros de marcação e saída de bola de seu adversário. Na etapa final, o atacante Rafael Papagaio, revelação do Palmeiras, ainda descontou para o time da casa.

O resultado leva o Corinthians aos 17 pontos ganhos, agora na décima colocação na tabela. O Cuiabá perdeu a invencibilidade de três jogos, se manteve com 12 pontos e segue na 15ª posição. A equipe do Mato Grosso, no entanto, tem um jogo a menos.

O melhor: Adson

Pela primeira vez titular do Corinthians desde a chegada de Sylvinho, o garoto, de 20 anos, ganhou a vaga de Mateus Vital e fez por merecer. Ele deu primeiro uma assistência para Roni e, depois, com muita calma, recebeu a bola dentro da área, ajeitou o corpo e bateu no alto para selar a vitória do Alvinegro no Pantanal.

O pior: Uendel

Os erros individuais do lateral ex-Timão foram determinantes para a derrota de sua equipe. No primeiro gol corintiano, ofereceu um corredor para Gabriel avançar e depois perdeu uma bola para Fagner do lado da área. No ataque, ainda perdeu uma grande chance quando a partida ainda estava empatada sem gols.

Ataque de Sylvinho volta a funcionar

Pela segunda vez em 15 partidas, o Corinthians do técnico Sylvinho conseguiu marcar dois gols em um mesmo jogo — marca anteriormente registrada apenas contra o Sport, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão. Desde que o treinador assumiu a equipe, o Alvinegro registra uma média de apenas 0,67 gols por jogo.

Movimentação de Gabriel desarma defesa do Cuiabá

O primeiro tempo do confronto na Arena Pantanal estava morno, sem nenhum grande lance até os 27 minutos, quando o lateral Fagner viu Gabriel avançar de surpresa entre as linhas de marcação do Cuiabá e encontrar um espaço para receber um lançamento em profundidade. O volante jogou a bola na área, o meia Adson ajeitou para Roni chegar em velocidade e bater forte, no canto, sem chances de defesa e abrir o placar.

Roubada de bola no ataque e o segundo do Corinthians

Não demorou muito para o Corinthians ampliar sua vantagem na partida. Em uma desatenção de Uendel no campo de defesa, Fagner roubou a bola e tocou para Jô praticamente na marca do pênalti. De costas para o gol, o centroavante tocou para Adson e o garoto teve calma para dominar, ajeitar o corpo e encher o pé para fazer seu primeiro gol como profissional e colocar o Alvinegro em uma situação cômoda no Mato Grosso.

Mudanças no intervalo

Sem inspiração ofensiva e com uma desvantagem de dois gols na ida para o intervalo, o técnico Jorginho sacou Danilo Gomes e Felipe Marques para colocar Guilherme Pato e Camilo. A ideia foi dar mais mobilidade ao ataque e pressionar a defesa do Corinthians.

Corinthians se fecha, mas acaba levando o gol

A estratégia do técnico Sylvinho para o segundo tempo foi descer as linhas de marcação e apostar nos contra-ataques em velocidade. Como vem acontecendo em outros jogos, a equipe caiu de rendimento e jogou a maior parte do tempo em seu campo de defesa. Em uma desatenção de Fábio Santos, o atacante Rafael Papagaio ganhou a dividida pelo alto e conseguiu a finalização contra o gol de Cássio para diminuir na Arena Pantanal.

Cuiabá ensaia pressão no fim

Os minutos finais marcaram uma pressão desorganizada do Cuiabá na Arena Pantanal. Com o Corinthians completamente recuado, o time da casa circulou a bola na entrada da área adversária, mas não encontrou espaços para criar uma boa chance de empatar.

Agressão no fim e vermelho para Anderson Conceição

No último lance da partida, o zagueiro Anderson Conceição foi para a área do Corinthians tentar uma finalização em cobrança de escanteio. Na corrida para disputar a bola, o defensor desferiu uma cotovelada na nuca do volante Gabriel e levou o cartão vermelho direto.

Próximos jogos

Derrotado em casa, o Cuiabá volta a campo no domingo (1) para enfrentar o Internacional, no Beira-Rio. No mesmo dia, o Corinthians recebe o Flamengo na Neo Química Arena. Ambas as partidas acontecem pela 14ª rodada.

FICHA TÉCNICA
CUIABÁ 1x2 CORINTHIANS

Competição: Campeonato Brasileiro (13ª rodada)

Data: 26/07/2021 (segunda-feira)

Horário: 20h (de Brasília)

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Éder Alexandre (SC) e Kleber Lucio Gil (SC)

VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Cartões amarelos: Marllon e João Lucas (Cuiabá); Cantillo (Corinthians)

Cartões vermelhos: Anderson Conceição (Cuiabá)

Gols: Roni, aos 27' do 1º tempo (0-1); Adson, aos 37' do 1º tempo (0-2); Rafael Papagaio (1-2), aos 25' do 2º tempo (1-2)

CUIABÁ: João Carlos; João Lucas, Marllon, Anderson Conceição e Uendel; Uillian Correia (Rafael Gava), Danilo Gomes (Camilo), Pepê (Rafael Papagaio), Clayson e Felipe Marques (Guilherme Pato); Elton (Jenison). Técnico: Jorginho.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo (Vitinho) e Roni (Xavier); Gustavo Silva (Marquinhos) e Adson (Mateus Vital); Jô (Felipe Augusto). Técnico: Sylvinho.

Futebol