PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Em jogo de sete gols, CRB vence e mantém Cruzeiro zerado na Série B

Primeiro gol do jogo foi marcado por Marthã, logo aos quatro minutos da partida - Alessandra Torres/AGIF
Primeiro gol do jogo foi marcado por Marthã, logo aos quatro minutos da partida Imagem: Alessandra Torres/AGIF

Do UOL, em Belo Horizonte

06/06/2021 20h11

Classificação e Jogos

Em um jogão de sete gols, o CRB bateu o Cruzeiro por 4 a 3 nesta noite de hoje (6), no Mineirão. O jogo foi válido pela segunda rodada da Série B. Marthã abriu o placar para os visitantes, Airton empatou para a Raposa, mas Diego Torres voltou a colocar o Galo na frente. Na etapa final, Hyuri aumentou o marcador, e Ramon diminuiu pouco tempo depois. Já no fim da partida, Matheus Barbosa voltou a deixar tudo igual para os anfitriões, mas Jean Patrick fez um golaço e garantiu a vitória do CRB.

O resultado do jogo, um dos melhores da Série B até o momento, deixou o CRB com quatro pontos nos primeiros seis disputados. Já o Cruzeiro vê a pressão aumentar depois de uma semana conturbada, com protestos de torcedores. A Raposa sofre um revés e segue sem somar pontos na segunda divisão nacional.

Quem foi bem: Diego Torres participa de dois gols

O argentino que veste a camisa 10 do Galo segue em ótima fase. Além da assistência para o primeiro gol do jogo, foi dele a cobrança de falta que terminou no segundo do CRB na partida. Agora já são seis gols pelo clube na temporada.

Quem foi mal: Ramon marca, mas segue mal em campo

O zagueiro Ramon não foi mais o mesmo desde que o ex-companheiro Manoel deixou o Cruzeiro. Apesar de ter marcado um dos gols no Mineirão, o defensor não fez partida segura e falhou em um dos gols do CRB.

CRB sai na frente, mas Cruzeiro responde rápido

Início de jogo elétrico no Mineirão. Em uma das suas primeiras ações ofensivas, o CRB marcou com Marthã subindo livre para cabecear após escanteio pelo lado direito. Mas o gol não assustou o Cruzeiro, que reagiu rapidamente e mal deu tempo de os visitantes adotarem uma nova estratégia para controlar o jogo. Em cruzamento de Cáceres pela direita, a bola cruzou a área e encontrou Airton, que apareceu no meio da defesa para empatar de cabeça. 1 a 1 com menos de dez minutos.

Raposa perde chances e acaba castigada de novo

Melhor desde o empate, o Cruzeiro quase virou o jogo em duas ocasiões. Primeiro no bonito voleio de Guilherme Bissoli, que acabou bloqueado pelo ex-tricolor Gum. Depois na cabeçada de Rafael Sóbis que só não entrou porque Diogo Silva espalmou brilhantemente com uma só mão. Sem se acovardar, o CRB explorava os espaços deixados pela Raposa, mas ainda pecava na construção das jogadas.

Até que em um lance de bola parada os visitantes contaram com a sorte para voltar à frente do marcador. Diego Torres cobrou a falta de longe e viu a bola desviar na barreira antes de tocar as redes naquele que era o melhor momento celeste até então. O Cruzeiro sentiu o golpe e quase levou o terceiro ainda antes do intervalo.

Ramon falha na frente de artilheiro e tenta se redimir

Pouca coisa mudou após o intervalo. Mais uma vez, o Cruzeiro foi para cima e fez parecer que o empate era uma questão de tempo. Mas, de novo, só pareceu. No chutão do goleiro Diogo Silva, Ramon falhou duas vezes na cobertura e deixou Hyuri de cara para o gol. Lucas França ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar que a finalização do artilheiro do CRB terminasse no fundo das redes.

Sete minutos mais tarde, o mesmo Ramon ganhou de Gum pelo alto e testou firme para diminuir o placar. 3 a 2 para o CRB.

Sóbis sai na bronca e se irrita com substituição

Líder do Cruzeiro ao lado do goleiro Fábio, o atacante Rafael Sóbis não gostou nada de ser substituído de campo quando a partida ainda estava 3 a 1. O experiente jogador chutou um copo de água e questionou muito a mexida do técnico Felipe Conceição, que optou por colocar o jovem Stênio em campo.

Emoção até os últimos minutos

Gum roubou a cena por duas vezes no segundo tempo. Quando subiu para a área, o defensor matou uma bola no peito e meteu uma linda bicicleta que triscou a trave do goleiro Lucas França. Pouco depois, resvalou na bola e viu o companheiro Frazan evitar o gol contra em cima da linha. O Cruzeiro chegou a pedir gol, mas a arbitragem entendeu que a bola entrou.

O jogo ainda teve tempo para dois gols. Depois de tanto pressionar, o Cruzeiro empatou com Matheus Barbosa, cabeceando firme escanteio cobrado por Rômulo. Mas o CRB ainda tinha uma última jogada na cartola, e ela veio no chutaço de Jean Patrick. De fora da área, o volante acertou o ângulo e deu números finais à partida.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 3x4 CRB

Motivo: 2ª rodada, Brasileiro da Série B
Data/Hora: 06/06/2021, às 18h15
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Fabrini Bevilaqua Costa (SP)
GOLS: Marthã, 4'1ºT (0-1); Airton, 8'1ºT (1-1); Diego Torres, 31'1ºT (1-2); Hyuri, 6'2ºT (1-3); Ramon, 13'2ºT (2-3); Matheus Barbosa, 40'2ºT (3-3); Jean Patrick, 42'2ºT (3-4)
Cartões amarelos: Ramon, Jadson (CRU), Ewandro, Claudinei, Diogo Silva, Marthã (CRB)
Cartão vermelho: Não teve.

CRUZEIRO: Lucas França; Cáceres, Joseph, Ramon e Matheus Pereira; Flávio (Matheus Barbosa), Rômulo e Rafael Sobis (Stênio); Bruno José, Airton (Felipe Augusto) e Guilherme Bissoli. Técnico: Felipe Conceição.

CRB: Diogo Silva; Reginaldo Lopes, Gum, Frazan e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Jean Patrick e Diego Torres (Dudu); Ewandro (Erik), Alisson Farias (Celsinho) e Hyuri (Vitão). Técnico: Allan Rodrigo.