PUBLICIDADE
Topo

Coronavirus faz Itália suspender Inter x Sampdoria e mais jogos da Série A

Jogadores da Inter de Milão comemoram gol contra o Milan - REUTERS/Daniele Mascolo
Jogadores da Inter de Milão comemoram gol contra o Milan Imagem: REUTERS/Daniele Mascolo

UOL

22/02/2020 22h15

Resumo da notícia

  • Decisão foi tomada após descoberta de dois focos de contágio no país
  • Pelo menos 79 pessoas foram infectadas; duas morreram
  • Após as mortes, 12 cidades no norte da Itália foram bloqueadas

As autoridades esportivas italianas decidiram adiar três jogos programados para domingo pela Série A, a primeira divisão do futebol do país, após a descoberta de dois focos de contágio do novo coronavírus no norte do país.

Por determinação do governo, os confrontos entre Inter e Sampdoria, Atalanta e Sassuolo, e Hellas Verona e Cagliari foram cancelados e serão disputados em data ainda indefinida. Os jogos seriam disputados nas regiões norte da Lombardia e Veneto, onde duas pessoas infectadas com coronavírus morreram. Três outros jogos em Gênova, Turim e Roma, também no domingo, estão mantidos.

Segundo a Associated Press, 12 cidades no norte da Itália foram efetivamente bloqueadas no sábado após as mortes, além de um número crescente de casos sem ligação direta com o surto original fora do país.

De acordo com as autoridades, 79 pessoas foram infectadas. Entre elas, estão dois turistas chineses que contraíram o vírus há várias semanas fora da Itália e um jovem que deixou o hospital em Roma no sábado.

A maioria dos outros casos foi detectada na Lombardia, em Codogno, onde 54 pessoas foram infectadas. A região fica a 60 quilômetros de Milão. Em Veneza, foram constatados outros 17 casos. Neste sábado, o governo italiano aprovou um decreto-lei especial para proibir a entrada e a saída em áreas consideradas como foco da epidemia.

"Em áreas consideradas com focos, nem a entrada nem a saída serão autorizadas, com exceções particulares", disse à AFP o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

Além disso, Conte anunciou o fechamento de empresas, escolas e o cancelamento de eventos públicos.

Com informações da agência internacional AFP e do Estadão Conteúdo

Futebol