Topo

Esporte


Húngaro que bateu Messi no Puskas vale R$ 1 mi e fez dois gols na carreira

Zsóri discursa após receber o Prêmio Puskas - Marco Bertorello/AFP
Zsóri discursa após receber o Prêmio Puskas Imagem: Marco Bertorello/AFP

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/09/2019 12h00

Resumo da notícia

  • Daniel Zsóri chegou como um mero desconhecido ao prêmio The Best, mas saiu com o troféu Puskas de gol mais bonito da temporada.
  • Aos 18 anos, o húngaro viveu uma noite diferente na curta carreira, na qual anotou apenas dois gols - um além da bicicleta que valeu o troféu.
  • A valorização de Daniel Zsóri também contrasta com o encontrado na cerimônia: o jogador vale pouco mais de R$ 1 milhão, segundo o Transfermarkt.
  • O jovem vestiu duas camisas como profissional: Debrecen, clube no qual anotou o gol Puskas, e Fehervar.
  • No discurso da vitória, o jovem húngaro destacou que ainda "está apenas começando" a sua carreira no futebol e agradeceu aos votos.

Daniel Zsóri mal chegou à idade adulta e já se sentou com os "grandes" do futebol mundial. Aos 18 anos, o atacante húngaro desbancou Lionel Messi e levou o troféu Puskas de golaço do ano no prêmio The Best, entregue ontem (23), em Milão. A noite de glória, entretanto, contrasta com a realidade do jogador do Fehervar, líder do campeonato nacional do seu país.

Zsóri encontrou jogadores milionários e valorizados, realidade que contrasta com a sua. Segundo o site Transfermarkt, tradicional fonte de medição do preço de atletas, o húngaro vale R$ 1,1 milhão, o que representa apenas a 22ª posição neste quesito dentro do elenco do Fehervar.

No discurso vencedor, Zsóri afirmou que "está apenas começando". Possivelmente valorizado ao ganhar o prêmio Puskas, o jogador ainda se acostuma com o momento mais sublime do futebol: fora o gol que valeu o troféu, ele balançou as redes apenas mais uma vez na carreira profissional.

O húngaro foi lançado pelo Debrecen, clube no qual apareceu para o planeta com o golaço de bicicleta que valeu o Puskas. O lance responsável por levar o jovem ao prêmio da Fifa ocorreu na vitória por 2 a 1 sobre o Ferencvaros, em clássico local.

O gesto artilheiro, no entanto, se repetiu apenas mais uma vez, em jogo pela Copa da Hungria. A passagem pelo clube também terminou nesta segunda temporada como profissional.

Zsóri se transferiu para o Fehervar no início deste mês. Porém, ainda não balançou as redes na nova casa - nem da maneira mais simples, que sequer entraria na lista dos gols concorrentes ao prêmio criado pela Fifa que já consagrou Neymar e Wendell Lira.

RedeTV!: Lionel Messi é eleito melhor jogador do mundo em prêmio da Fifa

redetv

Esporte