Topo

Francês - 2019/2020


Jogo na França é interrompido após manifestações homofóbicas de torcida

Árbitro Clement Turpin interrompe Nice x Olympique de Marselha no primeiro tempo diante da presença de faixas preconceituosas - Valery Rache/AFP
Árbitro Clement Turpin interrompe Nice x Olympique de Marselha no primeiro tempo diante da presença de faixas preconceituosas Imagem: Valery Rache/AFP

Do UOL, em São Paulo

28/08/2019 17h32Atualizada em 28/08/2019 19h41

A partida de hoje entre Nice e Olympique de Marselha, válida pela terceira rodada do Campeonato Francês, foi interrompida ainda no primeiro tempo diante de manifestações homofóbicas de parte da torcida do Nice.

Aos 27 minutos da etapa inicial, o árbitro Clement Turpin paralisou o jogo frente à presença de duas faixas de conteúdo preconceituoso nas arquibancadas do estádio Allianz Riviera. Os torcedores do setor onde estavam as faixas reagiram com mais cânticos.

Segundo o jornal L'Équipe, o jogo ficou parado por cerca de 10 minutos. Durante este período, alguns jogadores deixaram o gramado rumo aos vestiários, enquanto outros aproveitaram para se hidratar. O veículo não informou se as faixas foram retiradas.

A ação do árbitro foi comemorada por Marlene Schiappa, ministra francesa da igualdade de gênero. "Parabéns ao árbitro Clement Turpin, cujo compromisso com o respeito pelo futebol foi percebido por interromper a partida Nice x Olympique, após vários pedidos de retirada de uma faixa homofóbica que sujava as arquibancadas. Futebol é uma questão de paixão, não de ódio", publicou ela no Twitter.

Após a interrupção, o Olympique abriu o placar aos 31 minutos, graças a Darío Benedetto, ex-Boca Juniors. Foi o primeiro gol do argentino pelo clube.

Na etapa final, Wylan Cyprien empatou para o Nice em cobrança de pênalti aos 21 minutos. No entanto, também de pênalti, Dimitri Payet fez 2 a 1 para os visitantes, dando números finais ao jogo.

Foi a primeira vitória do clube marselhês, que fecha a rodada na 13ª colocação entre os 20 times, somando quatro pontos. O Nice, com seis, ocupa a quinta posição.

Punição

O caso em Nice, porém, não foi isolado. No dia 16 de agosto, o Nancy recebeu o Le Mans pela segunda divisão francesa e venceu por 2 a 1, em jogo que também foi paralisado por manifestações homofóbicas da torcida da casa. Julgado hoje pela Liga de Futebol Profissional do país (LFP), o Nancy teve parte de suas arquibancadas fechadas por um jogo.

No fim de semana, a partida Monaco x Nîmes foi paralisada pelo mesmo motivo. O jogo terminou 2 a 2.