Topo

Ainda ligado ao Palmeiras, Robinho definirá em julho seu futuro no Cruzeiro

Em breve, meia já poderá assinar com outro clube, mas tendência é de acertar sua renovação com o Cruzeiro - Bruno Haddad/Cruzeiro
Em breve, meia já poderá assinar com outro clube, mas tendência é de acertar sua renovação com o Cruzeiro Imagem: Bruno Haddad/Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

23/06/2019 04h00

Aos 31 anos, Robinho está a poucos dias de poder firmar um pré-contrato com qualquer equipe. O meia ainda está vinculado ao Palmeiras até o final da temporada, mas deverá tirar o mês de julho para acertar sua permanência no Cruzeiro e firmar um contrato em definitivo com a Raposa.

Apesar de ainda estar ligado ao clube paulista, Robinho já presta serviços ao Cruzeiro desde 2016, quando foi envolvido na negociação que levou o atacante Willian para o Palmeiras. O bom relacionamento com a atual diretoria deverá facilitar o andamento das conversas por uma renovação. Segundo informações da Rádio Itatiaia, o jogador poderá firmar um novo vínculo de pelo menos dois anos com o clube.

Já em seu primeiro ano em Minas Gerais, Robinho convenceu a diretoria de que poderia ser útil ao time de Mano Menezes. Na temporada seguinte, conviveu com sucessivas lesões, teve dificuldades para engatar um número satisfatório de jogos e até recebeu um puxão de orelha do treinador por causa do comportamento fora de campo. Mas voltou a se destacar em 2018 e foi um dos principais atletas na conquista do bicampeonato da Copa do Brasil.

Na atual temporada, Robinho permaneceu como titular de Mano Menezes, mas não conseguiu manter a regularidade durante a fase conturbada do clube, que sofre com uma crise administrativa fora de campo e resultados ruins dentro dele. Apesar de ter alcançado os objetivos em outros torneios, o Cruzeiro foi para a parada da Copa América na zona de rebaixamento do Brasileirão, além de não saber o que é vitória nos últimos nove jogos. Amanhã, o grupo volta aos trabalhos e começa a se preparar para as decisões de julho. Na lista de compromissos, estão o clássico contra o Atlético-MG pela Copa do Brasil e o confronto contra o River Plate, atual campeão continental, pela Libertadores.

"Acho que esse descanso vai ser importante para recuperar alguns jogadores, para também depois voltarmos a treinar um pouco mais. Um tempo de sequência de treinamentos importante para o Mano escolher a equipe, trabalhar a parte física e técnica. Uma parada fundamental para voltarmos bem na sequência depois", comentou o jogador.