PUBLICIDADE
Topo

Messi decide, Barcelona vence Espanyol e amplia vantagem na liderança

Messi comemora gol contra o Espanyol - LLUIS GENE/AFP
Messi comemora gol contra o Espanyol Imagem: LLUIS GENE/AFP

Do UOL, em São Paulo

30/03/2019 14h08

O Barcelona contou com o brilho de Messi para ampliar a vantagem na liderança do Campeonato Espanhol. Após ser dúvida por conta de uma lesão no púbis, o atacante argentino marcou duas vezes na vitória por 2 a 0 contra o Espanyol, hoje (30), no Camp Nou. O triunfo coloca o time de Ernesto Valverde com 13 pontos de frente em relação ao vice-líder Atlético de Madri, que ainda joga na sequência da 29ª rodada.

O dérbi da Catalunha foi marcado por duas propostas distintas: o Barcelona liderado por Messi propôs o jogo desde o apito inicial, enquanto o Espanyol apostou em uma retranca para tentar segurar o ímpeto do rival. A estratégia dos visitantes funcionou até os 25 minutos do segundo tempo, quando Messi cobrou falta da entrada da área com extrema categoria e ainda contou com um desvio do adversário para marcar. O argentino definiu o resultado no fim do confronto após assistência de Malcom.

Com o resultado, o Barça soma 69 pontos após 32 jogos. A vantagem para Atlético de Madri e Real Madrid é, respectivamente, 13 e 15 pontos. O Espanyol é o 14º colocado, com 34 pontos.

O Barcelona volta a campo na próxima terça-feira (2) contra o Villarreal, no estádio El Madrigal. No mesmo dia, o Espanyol recebe o Getafe.

Rafael Reis comenta vitória do Barcelona sobre o Espanyol

UOL Esporte

O melhor: Lionel Messi

O nome da partida não poderia ser outro. Lionel Messi anotou os dois gols da vitória -- o primeiro deles em uma cobrança de falta com muita categoria -- e deu trabalho desde o início do jogo. Em uma partida que o Espanyol apostou na retranca, o argentino não se escondeu e foi decisivo em mais um triunfo do Barcelona.

Barça pressiona, mas passa em branco no 1º tempo

Não faltou tentativas, mas o Barcelona passou em branco no primeiro tempo. O time da casa tomou a iniciativa desde o início do confronto e buscou o gol, sem sucesso, ao longo da etapa inicial. A melhor chance saiu dos pés de Messi. Logo aos oito minutos, o argentino dominou sem ângulo dentro da área, driblou dois marcadores e bateu por cima do gol.

Outra grande oportunidade aconteceu aos 30 minutos. Messi cobrou falta para dentro da área em direção a Piqué e a marcação desviou contra a própria meta. Dessa vez, no entanto, o Barça esbarrou em Diego López, que fez boa defesa no reflexo.

Messi volta após susto e decide

Messi em ação contra o Espanyol - LLUIS GENE/AFP - LLUIS GENE/AFP
Imagem: LLUIS GENE/AFP
Messi chegou a preocupar antes da partida, mas se mostrou completamente recuperado em campo. O atacante havia sido cortado do amistoso da seleção argentina contra o Marrocos, na última terça-feira (26), por conta de uma lesão no púbis. Ontem, o técnico Ernesto Valverde revelou que o camisa 10 do Barça convive com as dores desde antes do Natal.

Com a bola rolando, Messi fez aquilo que todos esperam dele: buscou o jogo, protagonizou lances bonitos e decidiu. O craque mostrou todo o seu repertório aos 25 minutos ao cobrar falta da entrada da área com uma cavadinha e abrir o placar. Ele ainda contou com um desvio infeliz de Victor Sánchez, que acabou tirando Diego López da jogada.

O argentino decidiu a partida aos 43 minutos do segundo tempo ao receber passe preciso de Malcom e completar firme para o gol. Ele igualou o recorde Iker Casillas, ex-Real Madrid, como jogador com mais vitórias na história do Campeonato Espanhol -- 334.

Coutinho tenta, mas ainda fica devendo

Após ter sido sacado do time titular na vitória sobre o Betis, o meia-atacante Philippe Coutinho voltou a ganhar uma chance na equipe. O brasileiro formou a linha ofensiva ao lado de Messi e Suárez, mas teve atuação apagada. Pouco inspirado, o jogador mais uma vez não conseguiu entregar aquilo que se espera dele com a camisa do Barcelona.

O melhor momento de Coutinho em campo foi na segunda metade da etapa final, quando passou a atuar centralizado e foi mais participativo. O meia-atacante, inclusive, chegou a levar perigo ao gol adversário com um chute de fora da área.

O brasileiro Arthur também teve participação discreta e foi substituído aos 13 minutos do segundo tempo para a entrada do compatriota Malcom. O ex-Corinthians aproveitou a chance e contribuiu com um passe para o segundo gol de Messi.

Difícil para os rivais

A vitória do Barcelona complica ainda mais os rivais na tentativa de se aproximar da briga pelo título. O Atlético de Madri, que enfrenta o Alavés ainda neste sábado, precisa vencer para ver a diferença cair para dez pontos. Vale lembrar que as duas equipes ainda têm um confronto direto na competição.

Mais distante, o Real Madrid tem situação ainda mais difícil. O time merengue entra em campo amanhã contra o lanterna Huesca e, em caso de vitória, ficará a 12 pontos do Barça.