PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Laudrup rejeita proposta do Real Madrid, diz jornal espanhol

Michael Laudrup evitou se aprofundar na conversa com a diretoria do Real - REBECCA NADEN/REUTERS
Michael Laudrup evitou se aprofundar na conversa com a diretoria do Real Imagem: REBECCA NADEN/REUTERS

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/10/2018 15h13

O Real Madrid corre contra o tempo para encontrar rapidamente o substituto de Julen Lopetegui, demitido na última segunda-feira. Depois de ver a negociação com o italiano Antonio Conte esfriar, o clube teve rejeitado o contato por parte do dinamarquês Michael Laudrup, atualmente desempregado, segundo informação publicada na tarde desta terça (30) pelo jornal AS.

De acordo com a apuração do periódico espanhol, Laudrup recebeu o interesse de maneira positiva, mas não enxerga perspectivas de um futuro produtivo neste atual elenco do Real Madrid. O dinamarquês não trabalha desde que deixou o Al Rayyan, do Catar, em julho.

Até o próprio empresário de Laudrup, sem confirmar a procura por parte dos madridistas, descartou qualquer possibilidade de negócio, já que o treinador precisaria assumir o Real no meio da temporada europeia.

“Laudrup não busca uma oportunidade para treinar o Real Madrid, mas, sim, uma situação ideal para trabalhar. Tal como está sendo levado agora em Madri, creio que não seja o momento. Não queremos entrar ali de qualquer maneira”, afirmou Byram Tutumlu, agente do técnico, ao AS.

Talentoso meia-atacante durante a década de 1980 e 1990, Laudrup tem história como jogador blanco. O dinamarquês, que chegou na Espanha em 1989 para defender o Barcelona, se transferiu direto para o Real em 1994.

Com a camisa do time da capital espanhol, conquistou o título do Campeonato Espanhol da temporada de 1995.

Como treinador, Laudrup trabalhou no Brondby-DIN (2002 a 2006), Getafe-ESP (2007 a 2008), Spartak Moscou-RUS (2008 a 2009), Mallorca-ESP (2010 a 2011), Swansea City (2012 a 2014), Lekhwiya-QAT (2014 a 2015) e Al Rayyan-QAT (2016 a 2018).

O Real Madrid, por outro lado, vive uma crise sem precedentes depois de se sagrar tricampeão europeu. O time foi goleado por 5 a 1 pelo arquirrival Barcelona no último domingo e ocupa apenas a nona colocação na liga, com 14 pontos somados em dez partidas.

Futebol