PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Deputados liberam e cerveja voltará a ser vendida nos estádios do Paraná

Torneiras de cervejas artesanais no Staples Center, Los Angeles: cerveja liberada no Paraná - Napoleão de Almeida
Torneiras de cervejas artesanais no Staples Center, Los Angeles: cerveja liberada no Paraná Imagem: Napoleão de Almeida

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

29/08/2017 19h08

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou em segundo turno na tarde desta terça-feira a liberação da volta da venda de cervejas dentro dos estádios do Estado do Paraná. O projeto agora segue para a sanção do Governador Beto Richa (PSDB) e a medida deve entrar em vigor ainda no Campeonato Brasileiro deste ano. A venda e o consumo de cervejas estavam proibidos no Paraná desde 2008.

Por 24 votos contra 20, os deputados aprovaram que a comercialização e o consumo de cerveja (ou chopp) voltem a ser permitidos desde que os dos portões dos estádios sejam abertos, até o término das partidas. O projeto determina que apenas cerveja ou chopp sejam comercializados, com graduação alcoólica máxima de 11 graus, vedando a venda de bebidas destiladas ou fermentadas. O projeto ainda irá discutir uma emenda para que pelo menos 20% da bebida comercializada seja de origem artesanal e de produção paranaense.

O projeto de lei cita a Champions League e a Copa de 2014 como eventos de sucesso em que a cerveja é vendida. Atribui também aos clubes, organizadores dos eventos, a responsabilidade por fazer a gestão comercial. E inclui o Estatuto do Torcedor e suas sanções ao prever eventuais confusões nos estádios. Em 2009, quando houve a última briga dentro de um estádio de futebol do Paraná, após o jogo entre Coritiba x Fluminense, a cerveja já estava proibida nos estádios.

Futebol