PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dorival Júnior assume e fala em futebol ofensivo "à Gareca" no Palmeiras

Dorival Júnior é apresentado como técnico do Palmeiras - REGINALDO CASTRO/ESTADÃO CONTEÚDO
Dorival Júnior é apresentado como técnico do Palmeiras Imagem: REGINALDO CASTRO/ESTADÃO CONTEÚDO

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

03/09/2014 18h23

O Palmeiras pode ter demitido o técnico argentino Ricardo Gareca, mas não vai abandonar totalmente a filosofia dele. Apresentado nesta quarta-feira (03), Dorival Júnior, novo comandante alviverde, chegou ao clube falando em adotar um estilo ofensivo e partir de ideias que eram defendidas pelo antecessor.

“Cada um tem uma filosofia. Eu sempre comunguei dessa ideia e joguei dessa maneira que o próprio Ricardo tentou implantar aqui no Palmeiras. Não tenho dúvidas de que com tempo ele poderia ter dado muito para o futebol brasileiro. Também sempre defendi jogar assim, mas só vou saber o que acontece com o time quando conhecer o dia a dia do clube”, explicou Dorival em entrevista coletiva.

Contratado neste ano, Gareca comandou o Palmeiras em apenas 13 jogos. Ele obteve quatro vitórias, um empate e oito derrotas, e deixou o clube na 16ª posição do Campeonato Brasileiro (17 pontos ganhos em 18 jogos). Uma das principais críticas que o argentino recebeu entre conselheiros foi exatamente o estilo ofensivo demais.

“Confio muito no trabalho. O futebol brasileiro hoje está muito equiparado. Não pode existir uma diferença tão grande entre os clubes. O Palmeiras tem de reagir, buscar uma reação e enfrentar as equipes de igual para igual. Espero dar um equilíbrio ao time rapidamente e acelerar essa transição”, afirmou Dorival nesta quarta-feira.

A demissão de Gareca foi confirmada na última segunda (01). A diretoria iniciou então uma negociação com Dorival, que fechou acordo no dia seguinte. “A conversa se arrastou por dois dias. Só aguardamos o presidente, que nos passou tudo que está acontecendo com o Palmeiras no momento, e finalizamos”, relatou o novo treinador.

Futebol